Homenagem

Alepa celebra 108 anos da Assembleia de Deus

Sem Descrição

A igreja Assembleia de Deus nasceu em Belém do Pará no dia 18 de junho de 1911 e neste ano completa 108 anos. Para celebrar a data, a Assembleia Legislativa do Estado do Pará (Alepa) promoveu uma Sessão Solene na manhã desta segunda-feira (10.05), requerida pelo deputado Raimundo Santos e presidida pelo deputado Victor Dias, que esteve representando o presidente do Parlamento Paraense, deputado Dr. Daniel Santos.         

Durante a cerimônia, 17 personalidades do seguimento evangélico, judiciário, de corporações como Corpo de Bombeiros, Polícia Militar e das Forças Armadas foram condecoradas com a “Medalha do Mérito Evangélico Daniel Berg e Gunnar Virgren”, maior comenda do Poder Legislativo Estadual, instituída por meio de Decreto Legislativo 12/2014, conferida em homenagem ao aniversário de fundação da Igreja Assembleia de Deus.       

Em seu pronunciamento, o deputado proponente relembrou a história da igreja e destacou a importância dos trabalhos para a sociedade.

“É uma grande honra estar aqui nesta sessão e poder propagar a mensagem de Deus e os feitos da igreja. A Assembleia de Deus não realiza apenas a pregação do evangelho, ela faz um trabalho social importantíssimo, onde muitos membros e não membros conseguem casas dignas para morar, por meio da Missão Reforma e Construção de Casas. O trabalho é feito sem muito marketing, porque a mensagem principal é a palavra de Deus. Tudo é feito com amor e solidariedade ao próximo”, ressaltou.          

O presidente da Assembleia de Deus em Belém, que também preside a Convenção das Assembleias de Deus no Brasil (CADB), pastor Samuel Câmara, atribuiu aos fiéis o crescimento das obras da igreja.

“Os 108 anos que celebramos é um  movimento que não tem dono. A igreja é muito maior do que seus líderes. Tudo o que temos é feito pela igreja, pelos seus fiéis, pelo povo, porque Deus permitiu. Somos uma igreja da cidade e do povo”, disse, esclarecendo o movimento evangelístico da igreja, que durante o aniversário de Belém se une em oração pela cidade. “Nossa missão é ser a extensão de Deus”, destacou.            

Câmara informou a programação que acontece no próximo sábado (15), às 8h30, com a encenação ao ar livre que relembra a chegada dos missionários suecos a Belém, Daniel Berg e Gunnar Vingren, fundadores da Assembleia de Deus. A chegada, assim como na história real, será pela Escadinha e seguirá até a Praça da República, onde ocorrerá um clamor de joelhos. O tema deste ano é “ Um Exército de irmãos abençoando a nação”. O pastor convidou a todos para participarem do evento que é o um dos pontos de maior destaque na programação de aniversário. A previsão é de que 45 mil pessoas participem da reconstituição.

A abertura oficial das comemorações acontece na próxima quinta (13), a partir das 20h, no Centenário Centro de Convenções, com a presença de autoridades políticas do cenário nacional, como o presidente Jair Messias Bolsonaro. Além de políticos locais, a celebração também terá a presença de comitivas de vários estados brasileiros e de diversas regiões do Pará.   

Vários corais formados por fiéis da denominação religiosa cantaram hinos acompanhados pela orquestra da igreja e presentearam os participantes da Sessão Solene com lindos louvores.

Presente ao evento pela primeira vez, o Vice- Almirante, Comandante do 4º Distrito Naval, Newton de Almeida Costa Neto, evidenciou a presença da igreja na Amazônia.

“Esse é um trabalho semelhante ao que realizamos. Levamos cidadania e solidariedade à população carente desse Estado. E sempre nas nossas viagens encontramos uma igreja da Assembleia de Deus pelos rios, isso mostra a presença da igreja em lugares distantes e de difícil acesso”, considerou.        

Estiveram presentes à Sessão Solene, o presidente do Tribunal de Justiça do Estado do Pará, Desembargador Leonardo de Noronha Tavares; Comandante da Guarnição de Belém, Brigadeiro do Ar, Ricardo José Freire de Campos; Comandante da 8ª Região Militar do Comando Militar do Norte - General de Divisão, Anísio Davi; Coordenadora da Missão com Mulheres da Assembleia de Deus, Honorata Andrade.               

Atuação - A denominação centenária tem uma forte base missionária no Estado do Pará, mas possui também presença internacional em Moçambique, Timor Leste, Indonésia entre outros. Em Belém, a igreja possui atuação ativa e diária nas comunidades. Na área social, destina anualmente 800 toneladas de alimentos. Cerca de 40 mil famílias belenenses necessitados recebem o alimento em suas casas.

Saúde - Em parceria com o Governo Estadual, a igreja também mantém 70 postos de coleta de doação de leite materno com a Missão Mais Puro Leite,  localizados dentro dos templos. O material doado é armazenado em freezer, depois o leite é recolhido pelo Corpo de Bombeiros e entregue na UTI neonatal da Santa Casa de Misericórdia do Pará. No último ano, o projeto doou 200 litros, alcançando 2 mil bebês, em sua maioria, recém-nascidos prematuros, contribuindo na alimentação, nutrição e qualidade de vida aos pequenos.  

Voluntariado – Desde 2017, quando a missão de Construção de Casa foi institucionalizada, já foram construídas, reformadas ou ampliadas 107 casas de membros e não membros da igreja em Belém. A mobilização é feita pelos próprios pastores que arrecadam todo o material necessário por meio de doações, assim como a mão de obra é feita de forma voluntária.

Origem - A Assembleia de Deus é fruto do trabalho dos jovens missionários suecos Daniel Berg e Gunnar Vingren, que no início do século XX receberam em profecia a ordem de que tinham que pregar o evangelho num lugar chamado Pará. Ao pesquisarem no mapa, descobriram que era um local distante, localizado na Amazônia. Sem dinheiro e sem entenderem o idioma português, partiram de Nova York rumo a capital paraense. Eles desembarcaram em Belém, no dia 19 de novembro de 1910. Aqui conheceram o casal Henrique e Celina Albuquerque, que cederam sua casa para as reuniões pentecostais. Depois de vários encontros, finalmente, no dia 18 de junho de 1911, os suecos fundaram em Belém a Missão da Fé Apostólica, que sete anos depois foi registrada como Assembleia de Deus. 

 

Tags

destaque homenagem sessaosolene

Comentários

*Os comentários não representam a opinião do site, a responsabilidade é do autor da mensagem.