PROGRAMAÇÃO

Escola Comandante Klautau realiza ação alusiva ao Dia Mundial de Combate ao Trabalho Infantil

Em alusão ao Dia Mundial de Combate ao Trabalho Infantil, celebrado no dia 12 de junho, a Prefeitura de Belém por meio da Secretaria Municipal de Educação (Semec) realizou nesta terça-feira, 11, na Escola Municipal Comandante Klautau, na Sacramenta, um dia de apresentações artísticas com o tema “Todos contra o Trabalho Infantil”. A ação faz parte do projeto “Direito de Ser Criança e Adolescente” e contou com a participação de 400 alunos do 1º ao 5º ano.

Em fevereiro desse ano, o Ministério Público do Trabalho firmou uma parceria com a Semec para viabilizar uma capacitação no Centro de Formação de Professores (CFP), voltada para diretores, coordenadores pedagógicos e professores, com o objetivo de transformá-los em agentes multiplicadores na disseminação de informações no combate do trabalho infantil com as crianças em salas de aula.

“Esse trabalho será desenvolvido nas escolas durante o ano todo. Nós formamos cerca de 110 profissionais da educação de 37 unidades educacionais que vão continuar disseminando as informações de combate ao trabalho infantil através de atividades pedagógicas”, destacou Karina Bordalo, coordenadora do Centro de Formação de Professores.

Na capacitação, os profissionais de educação tiveram acesso ao material do Ministério Público do Trabalho, onde foi orientado como trabalhar nas escolas, através de propostas pedagógicas, a erradicação do trabalho infantil. “Durante o semestre, aplicamos essas informações e desenvolvemos diversas propostas em salas de aula. A apresentação das crianças é o resultado desse trabalho que vem sendo desenvolvido”, explicou Karina Portal, diretora da Escola Municipal Comandante Klautau.

Durante a programação houve apresentação de grupos de dança e uma encenação com um júri simulado, onde os alunos representaram um julgamento contra o trabalho infantil. “Estou gostando muito dos trabalhos que estamos fazendo na sala de aula. Aprendi o que devemos e o que não devemos fazer. Não é certo criança trabalhar”, contou Maísa de Almeida Paz, de 6 anos, que participou do Carimbó dos Direitos, uma das apresentações de dança.

“Nas capacitações nós abordamos o que é o trabalho infantil, porque ele é prejudicial para o desenvolvimento das crianças e da sociedade. Desenvolver esse trabalho em sala de aula é uma forma de conscientizar as crianças, os professores, a família e a sociedade como um todo e formar pessoas conscientes da proibição do trabalho infantil”, contou Rejane Meireles Alves, Procuradora do Ministério Público do Trabalho, que realizou a formação aos professores.

Projeto - O projeto Direito de Ser Criança e Adolescente, com foco no combate ao trabalho infantil, está integrado à proposta pedagógica das unidades de educação infantil no desenvolvimento de práticas formativas, de sensibilização, prevenção e de combate ao trabalho infantil de crianças e adolescentes.

Agência Belém - Você ficou com alguma dúvida ou tem sugestões para enviar à Agência Belém? Entre em contato conosco pelo nosso canal de divulgação das principais ações do município pelo número (91) 98027-0629. Aguardamos sua mensagem.

Tags

semec

Comentários

*Os comentários não representam a opinião do site, a responsabilidade é do autor da mensagem.