Pesar

Nota de pesar pelo assassinato do sindicalista Carlos Cabral Pereira

"Nesta terça-feira (11), tomei ciência do brutal assassinato de Carlos Cabral Pereira, líder social e Presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais Agricultores e Agricultoras Familiares de Rio Maria, no Sul do Pará, baleado às proximidades de sua casa por dois pistoleiros que estavam em uma moto. A execução sumária de Carlos é um reflexo perverso do crescimento assustador das mortes no campo nos últimos 3 anos, agravado perigosamente por discursos e práticas de apologia à violência evocados pelo atual governo federal.

Rio Maria tem sido historicamente palco de graves conflitos agrários envolvendo a luta pela terra, com um rastro de sangue derramado por líderes sindicais, como os irmãos Canuto e Expedito Ribeiro de Souza e tantos outros, tombados a mando do latifúndio. 

Além de Presidente do STTR, Carlos também era Diretor Estadual da Central dos Trabalhadores Brasileiros (CTB-PA), com uma vida inteira dedicada às lutas em defesa dos direitos do povo, inclusive, já tendo sofrido anteriormente várias tentativas de assassinato.

Neste momento de dor e consternação, me solidarizo com sua família e seus companheiros e companheiras de luta pela terra, por justiça e igualdade, exigindo do Governo Estadual a apuração diligente dos fatos, visando identificar os responsáveis e puni-los rigorosamente por este crime atroz e covarde.

Estaremos vigilantes para que a luta de Carlos Cabral Pereira não seja em vão. A impunidade, a pistolagem e o assassinato seletivo dos defensores e defensoras de direitos humanos não podem prosperar em nosso Estado. Os perversos jamais conseguirão deter a chegada da primavera. 

Resistiremos!"

Dep. Dilvanda Faro (PT-PA)

Tags

Deputados em ação Dilvanda Faro

Comentários

*Os comentários não representam a opinião do site, a responsabilidade é do autor da mensagem.


  • in this conversation
      Media preview placeholder