Operação Verão

Militares da Marinha percorrem os rios de 14 municípios para evitar acidentes

No primeiro semestre do ano passado, doze pessoas morreram em ocorrências deste tipo e 28 inquéritos foram abertos para apurar irregularidades.

Por quase 40 dias, cerca de 200 militares da Marinha estarão a bordo de embarcações da Capitania dos Portos, do Grupamento de Patrulha Naval do Norte e do Centro de Hidrografia e Navegação Norte, singrando os rios do Pará percorrendo 14 municípios, com a missão de prevenir acidentes ou pelo meno reduzir o número e ocorrências durante o veraneio.

Em 2018, 28 inquéritos foram abertos pela Capitania para apurar acidentes envolvendo embarcações no Pará e doze pessoas morreram nos rios do estado, somente no primeiro semestre, Navegam hoje nas águas paraenses cerca de 40 mil embarcações irregulares, quase o dobro da frota legalizada.

A Operação Verão da Marinha, coordenada pela Capitania dos Portos da Amazônia Oriental, começa nesta sexta-feira (28) e se encerra em 4 de agosto. Neste período, as equipes de inspeção naval vão percorrer os rios de Barcarena, Bragança, Breves, Cametá, Marabá, Marapanim, Maracanã, Muaná, Salinópolis, Salvaterra, São Félix do Xingu, São Caetano de Odivelas, Tucuruí, além da orla da capital paraense e do Terminal Hidroviário de Belém.

Além de verificar as condições técnicas de segurança dos barcos, os militares vão checar o material de salvatagem (bóias, coletes salva-vidas, sinalizadores, entre outros), reprimir o excesso de lotação de passageiros e de carga e conferir a habilitação dos condutores. Na mesma campanha, a Capitania vai doar coletes salva-vidas e instalar coberturas de eixo para reduzir os riscos de acidentes com vítimas de escalpelamento. 

Uma atenção especial será dada às embarcações de passeio, como lanchas e motoaquática, frequentemente utilizadas em período de férias nas regiões de praias e rio caudalosos. Para estimular a população desses locais a se envolver na campanha, a Marinha do Brasil implantou o Disque Segurança da Navegação (0800-280-720). As denúncias e alertas também podem ser feitas pelo telefone (91) 99114-9187, via aplicativo instantâneo de mensagem. 

Na operação realizada em julho de 2017, foram abordadas 193 embarcações com 38 notificações e 12 apreensões. Já em 2018, somente na primeira quinzena, 295 embarcações foram abordadas, sendo 28 notificadas e uma apreendida.

Tags

Capitania dos Portos marinha do brasil Verão2019

Comentários

*Os comentários não representam a opinião do site, a responsabilidade é do autor da mensagem.


  • in this conversation
      Media preview placeholder