FÉRIAS DE JULHO

Belém das Ilhas faz um convite para conhecer o melhor de Belém no verão

A estrada que vamos pegar a partir desta segunda-feira, 1º de julho, é pelo rio. Os sons de buzinas serão trocados pelos dos pássaros, os que gostam de desbravar os furos dos rios, neste verão, o rio de Belém, das ilhas de Belém.

A Prefeitura de Belém, por meio da Coordenadoria de Comunicação Social (Comus), inicia a partir desta segunda-feira, começo do Verão 2019, uma série de reportagens especiais mostrando alguns dos rios que cercam a capital paraense e traz, ainda, opções de lazer com igarapés, restaurantes e trilhas.

Série especial - Uma cidade cercada por rios, com 39 ilhas ao redor, a capital paraense ganhou destaque nacional e internacional por apresentar paisagens paradisíacas, que nesta série foram capturadas pelo repórter fotográfico Fernando Sette, que eternizou, em cada imagem, os pontos escolhidos para a série especial. “Redescobrir lugares próximos a Belém é uma experiência fantástica. A cada restaurante visitado era um susto que eu tomava, ao ver a estrutura e o quanto as pessoas podem curtir em ilhas próximas, como a do Combu”, destaca Sette, que traz no currículo premiações em concursos da Federação das Indústrias do Estado do Pará (Fiepa) e da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB/PA).

Para a estudante de jornalismo, Jamyla Magno, que participou de cada visita às ilhas, a oportunidade foi incrível. “Foi a primeira vez em que tive a oportunidade de ir ao Combu e eu fiquei encantada com tudo que vi e conheci”, lembra. “Quando eu vi Belém, pela primeira vez, do meio do rio, as perguntas que eu tinha em mente mudaram. Eu queria saber mais sobre os serviços que os restaurantes oferecem, queria conhecer as pessoas que moram nas comunidades”, disse a estudante.

                                                              

Durante os próximos dias, o internauta vai poder conhecer mais sobre o deslocamento às ilhas, saber quais opções de restaurantes podem ser encontrados do outro lado do rio, dicas de passeio e opções de trilhas guiadas por ‘seu’ Ladir, um senhor de 77 anos, que conduz turistas pelo terreno da família, localizada da ilha de Boa Vista. E, ainda, depoimentos dos que moram próximos ao rio, como a estudante Belisa Amaral, de 24 anos, graduanda de jornalismo.

"A minha descendência indígena me permitiu ter uma relação mais intimista com o rio, acredito nas lendas contadas pela minha avó e acho muito legal que seja o turismo seja valorizado para perto das comunidades ribeirinhas, mas sem invadir o espaço delas e sem que seja vendido como um espaço exótico apenas para lucrar", comentou Belisa.

Fabiana Cabral, gestora da Comus, acredita que a série será um meio convidativo para quem ainda não conhece as ilhas que rodeiam Belém, ter a oportunidade de conhecer. “Tem gente que pensa que Belém tem apenas a ilha do Combu, mas temos muito mais que isso. Temos outros espaços tão atrativos quanto o Combu e com opções fantásticas para o lazer”, disse.

Além do Combu, a série da Prefeitura de Belém irá fazer um mergulho pelas ilhas dos Papagaios, Maracujá, Murutucum e ilha Grande. E, em breve, uma nova fase deve apresentar mais ilhas da capital paraense.

Agência Belém - Você ficou com alguma dúvida ou tem sugestões para enviar à Agência Belém? Entre em contato conosco pelo nosso canal de divulgação das principais ações do município pelo número (91) 98027-0629. Aguardamos sua mensagem.

Tags

belemtur comus Verão2019

Comentários

*Os comentários não representam a opinião do site, a responsabilidade é do autor da mensagem.


  • in this conversation
      Media preview placeholder