VERÃO 2019

Ilha do Combu: os sabores que encantam do outro lado do rio

Quando os barquinhos saem do porto da praça Princesa Isabel, o cenário se transforma. Em poucos minutos os olhos só enxergam céu, rio, casas ribeirinhas e restaurantes em cima de palafitas. A urbanização ficou para trás, e, às margens da água turva do rio Guamá, fica localizada a ilha do Combu.

Veja como chegar à Ilha do Combu aqui.

A ilha do Combu é a quarta maior de Belém, entre as 39 que circundam a capital paraense e um dos destinos turísticos mais procurados pelos belenenses e turistas. Um paraíso de mata virgem que fica a pouco mais de um quilômetro da capital paraense, em uma viagem de 15 minutos pelas águas do rio Guamá. O local oferece diversos bares e restaurantes localizados de frente para Belém e ao longo do igarapé do Combu, que corta a ilha. São cerca de 25 estabelecimentos funcionando na Ilha, contudo, outros abrem para o atendimento em época de férias, e o número pode chegar a mais de 30 bares e restaurantes em funcionamento.

Cardápio - Os cardápios dos restaurantes privilegiam os peixes da região amazônica, açaí e sucos de frutas nativas, muito atrativos aos frequentadores. Há locais que contam, ainda, com espaços criativos, como piscinas naturais, trilhas, música ao vivo, playground para crianças, redários e, claro, muita tranquilidade.

A visitante Natascha Siems, de 43 anos, é frequentadora assídua da ilha e diz que ama a paz que o lugar proporciona. “Brinco que quando venho para cá os problemas ficam no meio do rio. Eu me esqueço de tudo”, comenta. “Aproveito muito o contato com a natureza, com o rio. O Combu é o melhor programa de lazer, me sinto revigorada aqui”, completa Siems.

Chocolate - Um dos atrativos mais famosos do Combu é a Casa de Chocolate da Ilha do Combu. O estabelecimento, comandado pela família de Izete Costa, a dona Nena, tem mais de uma década de funcionamento, sendo a maior fonte de renda da família. “Desde 2006, trabalhamos com a fabricação do nosso chocolate, enquanto que, antes, nós só vendíamos o cacau”, explicou dona Nena, que viu a oportunidade de ajudar a família e a comunidade com a comercialização do chocolate.

A empresária conta que com o passar dos anos, o empreendimento foi crescendo e atualmente, o estabelecimento oferece outras opções para os clientes. “Nós temos o pacote de passeio pelo terreno da casa, que é agendado. Guiamos as pessoas por uma trilha de 500 metros e deixamos os visitantes fazerem sua própria barrinha de chocolate e levar para casa”, destaca.

Para quem vai conhecer o local sem agendar, o estabelecimento criou uma visita “rapidola”, que dura de 10 a 15 minutos, e mostra parte do terreno, a estufa e a fermentação do cacau, além dos processos utilizados para a produção do chocolate.

Saldosa (com L, mesmo) - O restaurante mais conhecido da ilha do Combu, o Saldosa Maloca (com L mesmo), é um sucesso desde que abriu. Um lugar rústico e cheio de atrativos que convidam o turista a explorar, não só a culinária local, mas um pouco de mata virgem e se encantar com a samaumeira de mais de 100 anos, que domina a paisagem do local.

Se quiser artesanato, blusas e outras lembranças típicas do Pará para levar para família, também tem. Além disso, dependendo da época do ano, outras atividades como rapel e slackline são oferecidas pelo estabelecimento, especialmente, durante o chamado verão amazônico, de julho a dezembro.

Ainda no igarapé do Combu, outros restaurantes são encontrados, como o Nossa Maloca, no qual se pode curtir uma piscina de água corrente e pegar um "bronze".

Pra quem gosta de jogar futebol, o restaurante Sabor da Ilha é uma ótima opção, ele oferece campo para os visitantes jogarem uma "pelada" e ainda conta redes para curtir um ventinho e descansar depois da partida.

Quem procura uma aventura, restaurante Elohim oferece ao cliente, além de comida gostosa, uma trilha guiada que dura 40 minutos, que se faz a pé pelo terreno do restaurante.

Informações - Conheça os detalhes e outras informações sobre os bares e restaurantes mais procurados e visitados da ilha do Combu.

Saldosa Maloca

Dias de funcionamento: de sexta à segunda-feira e feriados.

Horário: 10h às 17h

Contato para reserva: (91) 99982-3396

 

Casa Combu

Dias de funcionamento: sábado, domingo e feriados.

Horário: 10h às 20h

Contato para reserva: (91) 99182-8298.

Instagram: @casacombubelem

 

Kakuri

Dias de funcionamento: sábado, domingo e feriados. Durante as férias, de terça-feira a domingo. O empreendimento oferece a opção de trilha às imediações do restaurante

Horário: das 10h às 18h (de terça à sexta-feira) e das 10h às 19h (finais de semana e feriados)

Contato: (91) 98385-0506

Instagram: @restaurante_Kakuri 

 

Solar da Ilha

Dias de funcionamento: segunda-feira a domingo e feriados.

Horário: 10h às 18h

Contato: (91) 99830-8849

Facebook: Solar da Ilha

Instagram: @solardailha

 

Portas Abertas

Dias de funcionamento: segunda-feira a domingo.

Horário: das 10h às 18h (de segunda a sexta-feira) e das 9h às 19h (sábado, domingo e feriados)

Contato: (91) 99830-8849

 

Casa Verde Combu

Dias de funcionamento: sábado, domingo e feriados

Horário: das 9h às 18h

Contato: (91) 99240-7945

Facebook: Casa Verde - Combu

 

Nossa Maloca

Dias de funcionamento: sábado, domingo e feriados.

Horário: das 9h às 19h

Contato: (91) 98229-0151

Facebook: Nossa Maloca

 

Sabor da Ilha

Dias de funcionamento: diariamente

Horário: das 8h30 às 18h30 

Contato para reserva: (91) 98147-0680

Facebook: Bar e Restaurante Sabor da Ilha - Combu

 

Combu Grill

Dias de funcionamento: terça-feira a domingo e feriados.

Horário: das 8h30 às 18h30

Contato: (91) 98762-1748

Instagram: @combugrill

 

Elohim (restaurante do Tatu)

Dias de funcionamento: de segunda à quarta-feira. O empreendimento oferece a opção de trilha às imediações do restaurante  

Horário: das 9h às 18h 

Contato: (91) 9161-8019 ou (91) 9194-9575

Facebook: Restaurante Elohim

 

Ribeirinho

Dias de funcionamento: de quinta-feira a domingo.

Horário: das 9h às 18h

Contato: (91) 98147-0680

Facebook: Restaurante Ribeirinho

 

Chalé da Ilha do Combu

Dias de funcionamento: sexta à segunda-feira e feriados.

Horário: das 10h às 18h

Contato: (91) 99176-2151

Facebook: Chalé da Ilha Combu

Instagram: @chalédailhacombu

 

AHO Restaurante

Dias de funcionamento: quinta-feira a domingo.

Horário: das 9h às 18h30 

Contato: (91) 99971-7152

Instagram: @ahorestaurante.isr

 

Casa de Chocolate Ilha do Combu

Dias de funcionamento: quinta-feira a domingo. Nas férias, funcionamento diário

Horário: das 9h às 17h

Contato: (91) 99388-8885

 

SERVIÇO:

Os barcos partem a partir das 9h, diariamente, da praça Princesa Isabel. A travessia dura em média de 10 a 15 minutos e custa de R$ 7 a R$10 por pessoa.

A praça Princesa Isabel possui área para estacionamento dos visitantes.

Para fazer um passeio de 1 hora no local para conhecer a região é cobrado outro valor, que pode ser negociado, diretamente com o barqueiro, quando são mais de 4 passageiros.

Os restaurantes funcionam, geralmente, de terça-feira a domingo, das 10h às 18h.

Cooperativa dos Barqueiros: (91) 99102.3725

Para ir à ilha, evite sapatos de saltos altos e leve roupa de banho. Aproveite a visita para um mergulho no rio.

 

Leia também:

Praça Princesa Isabel é a porta de entrada para as ilhas próximas de Belém.

Belém das Ilhas faz um convite para conhecer o melhor de Belém no verão.


 

Tags

Verão2019

Comentários

*Os comentários não representam a opinião do site, a responsabilidade é do autor da mensagem.


  • in this conversation
      Media preview placeholder