BALANÇO

Prefeitura no Bairro se encerra no Benguí e Mangueirão com mais de 15 mil atendimentos

Com presença de um grande público, terminou na tarde desta quinta-feira, 1º, a décima quarta edição do Prefeitura no Bairro, projeto da Prefeitura Municipal de Belém, lançado em 2017. A programação ocorreu na escola municipal Walter Leite Caminha, localizada no conjunto Catalina, bairro do Benguí, desde a última terça-feira, 30. A próxima edição está prevista para o final deste mês de agosto, com expectativa de que ocorra no bairro da Sacramenta.

Assim como previsto pela coordenação, o Prefeitura no Bairro recebeu, nos três dias do evento, um público de mais de 15 mil pessoas, sobretudo moradores dos bairros do Benguí e Mangueirão. O projeto leva às comunidades da capital diversos serviços como consultas médicas e emissão de documentos.

Balanço - O balanço inicial demonstra que os atendimentos mais procurados foram os oferecidos pela Secretaria Municipal de Saúde (Sesma) e pela Superintendência Executiva de Mobilidade Urbana (SeMOB). “Ainda vamos finalizar nosso balanço de atendimento, contudo já sabemos que as emissões da carteira do idoso, de meia passagem e as consultas oftalmológicas, assim como os exames laboratoriais, foram os serviços mais concorridos”, avaliou Nazaré Costa, secretária municipal de Gestão e Planejamento e coordenadora do Prefeitura no Bairro.

Quem aproveitou o último dia de serviços médicos foi Deuzalila de Jesus Silva, de 61 anos. “Gostei do atendimento, porque foi rápido e as enfermeiras foram muito atenciosas. Gostei também, porque era próximo de casa”, opinou. Deuzalila realizou os exames de prevenção ginecológica (PCCU) e de mamografia.

Os chamados testes rápidos também tiveram grande procura da comunidade, e durante o evento foram realizados mais de 700 coletas de sangue. “Como são ofertados (testes) em conjunto, caso do HIV, Sífilis e Hepatite B e C, as pessoas acabam fazendo todos. São apenas coletas de gotas de sangue. Diariamente, realizamos aqui mais de 250 testes. Os resultados foram entregues entre 25 e 30 minutos”, declarou Jonhy Neri, assistente administrativo da Referência Técnica IST-Aids e Hepatites Virais do Município de Belém, órgão vinculado à Sesma.

Oportunidade - Boas notícias surgiram durante o atendimento da Secretaria Municipal de Economia (Secon). Logo no início da manhã, William Reis, de 22 anos, não escondia o entusiasmo pelo encaminhamento recebido, um dos serviços oferecidos pela Secon. Há sete meses afastado do mercado de trabalho, o jovem conseguiu agendar uma entrevista para um possível emprego. "Nesta quinta-feira, no início da tarde, vou ao Portal do Trabalhador para uma entrevista e estou com uma boa expectativa", afirmou o ex-cobrador de transporte público.

De acordo com Gilvan dos Anjos, coordenador do Portal do Trabalhador, órgão integrado à Secon, cerca de 200 pessoas foram atendidas nos três dias de Prefeitura no Bairro. "Tivemos uma média, diária, de mais de 60 senhas distribuídas. Realizamos agendamentos para o seguro desemprego e cadastro para o primeiro emprego. Alguns jovens saíram daqui para entrevistas de emprego, programadas para serem feitas no Portal do Trabalhador, em São Brás. O balanço de nosso trabalho é positivo, assim como de toda a Prefeitura", ressaltou

Tags

portal do trabalhador secon segep semob sesma

Comentários

*Os comentários não representam a opinião do site, a responsabilidade é do autor da mensagem.


  • in this conversation
      Media preview placeholder