OLHO NO ENEM

Aulas do Cursinho Pré-Vestibular Municipal de Belém são retomadas

Cerca de 400 alunos do Cursinho Pré-Vestibular Municipal de Belém voltaram às aulas na manhã desta segunda-feira, 5, já em ritmo de contagem regressiva para a prova do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Atualmente, o projeto da Prefeitura de Belém atende 1.200 alunos de escolas públicas e bolsistas de escolas particulares, que estudam de forma gratuita, ajudando-os a alcançar o sonho de entrar para uma universidade.

Com aproximadamente 60 professores mestres e doutores, o cursinho vem se destacando pelos projetos “Pró-Mais” e Pró-1000”. “O ‘Pro-Mais’ trabalha a matemática básica no contra turno com os alunos. E o ‘Pro-1000’ trabalha a redação sempre às quintas-feiras. Os alunos têm aulas de direito constitucional, sociologia, filosofia, língua portuguesa aplicadas à redação”, destaca o professor Luís Carlos Oliveira, coordenador geral do cursinho.

Para Rebeca Lima, de 18 anos, que estudou da Escola Estadual Aldebaro Klautau, o cursinho da Prefeitura é uma oportunidade para a conquista da tão sonhada vaga em medicina. “Vou fazer pela segunda vez o vestibular e estou absorvendo tudo o que os professores da turma especial de medicina ensinam. Hoje estou tendo acesso a conteúdo que não tive antes. Os professores são muito atenciosos e qualificados”, diz.

O cursinho, localizado na avenida Alcindo Cacela, conta com duas salas-auditórios para 300 alunos cada e duas turmas específicas de medicina e militar, com 65 alunos cada. Dispõe também com uma biblioteca para estudos com o acesso a internet. O coordenador do cursinho ressalta que durante o ano são realizados dois simulados, além de maratonas nos bairros, corujão e domingão para intensificar os estudos.

Muitos alunos contam que ingressar no cursinho é muito importante para chegar à universidade. “Eu não tinha condições de pagar um cursinho. Então, quando vi no Facebook que a Prefeitura disponibilizava esse cursinho para comunidade corri para aproveitar a oportunidade”, conta o aluno Adriun dos Santos.

O cursinho foi implantado em 2015 na gestão do prefeito Zenaldo Coutinho e desde o início obteve 50% de aprovação nos vestibulares e conquistou desde o primeiro ano 16 aprovações nos primeiros lugares das grandes universidades do Brasil.

“A expectativa para a festa dos calouros deste ano, que é realizada após a divulgação do listão da Universidade Federal do Pará (UFPA) é de aprovação de mais de 50% dos alunos”, afirma o professor Luís Carlos Oliveira.

Este ano, a Prefeitura de Belém também disponibilizou na Fundação Escola Bosque (Funbosque), distrito de Outeiro, uma turma do cursinho para atender 40 alunos no turno da noite.

Tags

semec

Comentários

*Os comentários não representam a opinião do site, a responsabilidade é do autor da mensagem.


  • in this conversation
      Media preview placeholder