Presença negra

Festa de representatividade negra tem quadrinhos, exposição e música

A 30ª edição do Baile Coisa Preta acontece nesta 4ª na Kasa Coentro com a temática quadrinhos. Serão 6 djs tocando a noite toda, a exposição “O espelho que me vejo é preto” e uma pocket feira com produtos de artistas locais, com o tema representatividade negra na cultura pop.

Quando pensamos em referências negras no ramo dos quadrinhos, cinema e outras mídias ainda percebemos a pouca representatividade que temos na atualidade. Por isso, essa edição do Baile Coisa Preta foca na visibilidade dos personagens negros de séries, filmes e quadrinhos. Inspirado pelos eventos PerifaCon e BlerdCon (blerd, termo inglês para black nerd, ou o nerd negro) de cultura geek, o CPCon vem com objetivo de dar visibilidade aos autores e consumidores negros de Belém e região. 
A música será comandada pelos residentes e organizadores do Baile Coisa Preta:  Djéia Monike Zamorim, Djéia Isa Feio, Djéia Julliana Matemba, DJ Arthur TheBlack, DJ Lucas Lima, DJ Jonny Rabelo e a drag Dj Shayra Brotero. Além de muita música na pista, o evento também contará com uma exposição de arte com o tema "O espelho que me vejo é preto" e uma pocket feira com 5 artistas convidados: Gabriela Monteiro, Bruno Predroso, Alan Furtado, Paranóias Ilustras e Alan Castro, que comercializarão seus produtos como quadrinhos, adesivos, ímãs, bottons e canecas. 

Local: Kasa Coentro - José Malcher, 1084. (ao lado do IESAM)
Data: 14/08/2019 – Véspera do feriado  
Horário: 20h até 4h30
Ingressos: 
20h ate 20h30 - R$15 (promoção ingresso duplo)
20h30 até 22h - R$10 (individual)
22h até 3h  - R$15 (individual)
Para mais informações acesse o evento no facebook.

Tags

Artes Visuais Música Quadrinhos representatividade

Comentários

*Os comentários não representam a opinião do site, a responsabilidade é do autor da mensagem.


  • in this conversation
      Media preview placeholder