Trabalhador em festa

Dia da Construção bate recorde de atendimentos e atrai mais de 4.700 pessoas

Sinduscon-PA comemora resultados e consolida parcerias na quinta edição do encontro que promove o envolvimento de todos os trabalhadores do setor num dia de lazer e prestação de serviços

Mais de 4,7 mil pessoas participaram, na manhã deste sábado (17), da quinta edição paraense do Dia Nacional da Construção Civil, na sede campestre do Sesi de Ananindeua. O evento foi realizado simultaneamente em 30 cidades brasileiras e promove o envolvimento entre todos os protagonistas do setor, colaboradores, familiares e representantes de serviços e de empresas relacionadas com a indústria da construção, bem como instituições que promovem a assistência social aos trabalhadores.

O grande encontro de lazer e prestação de serviços foi realizado pelo Sindicato da Indústria da Construção do Pará (Sinduscon-PA), com a participação de 24 instituições e órgãos parceiros. A data é promovida pela Câmara Brasileira da Indústria da Construção (CBIC) e pelo Sesi (Serviço Social da Indústria) nacional. No Pará, teve apoio do Sistema Fiepa (Federação das Indústrias do Pará), tendo como patrocinadores a Mútua-PA (Caixa de Assistência dos Profissionais do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia), a Coopercon-PA (Cooperativa da Construção Civil do Estado do Pará) e o Sebrae-PA (Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas do Estado do Pará).

O Dia Nacional da Construção Civil é considerado o maior evento de responsabilidade social do setor da construção no País. Este ano, o mote foram as transformações movidas pela tecnologia e a inovação. “O mundo está mudando, e você?” é o tema do DNCS, cuja programação leva à reflexão individual e coletiva sobre novas tecnologias, novos comportamentos e novos paradigmas do setor, com o advento da Indústria 4.0, internet das coisas, inteligência artificial e startups.

Para Cláudio Rogério, diretor executivo da Coopercon, parceiro do evento pelo terceiro ano, esta edição do Dia Nacional da Construção Civil no Pará foi marcada pelo amadurecimento de todos os envolvidos. “A gente percebe o entusiasmo dos colaboradores, dos líderes, dos fornecedores, dos apoiadores, de todos que se envolvem na realização deste grande encontro”, disse.

Alex Carvalho, do Sinduscon, e Cláudio Rogério (boné), da Coopercon, festejam o envolvimento de todos os segmentos da construção no trabalho de conscientização para obter os melhores resultados

O tema do evento ajuda a consolidar o novo pensamento do setor. “Todo esse envolvimento demonstra que a cadeia da construção tem consciência de que precisa acompanhar as inovações e partir para novas atitudes, evitando desperdício, preservando o meio ambiente, preocupando-se com as regulamentações e sobretudo resguardando a vida humana nos locais de trabalho”, afirmou Cláudio.

Atendimentos

A presença maciça de trabalhadores e familiares tornou ainda mais interessante a programação do Dia da Construção Civil no Sesi. Foram oferecidos mais de 70 serviços para esse público. Da Trilha de Inovação à tenda do Instituto Embeleze; do atendimento em cidadania para confecção de documentos às inscrições para cursos de educação a distância; da oficina de fotografia aos torneios esportivos e áreas de lazer, além de sorteio de prêmios e o Grand Prix Senai de Inovação.

A equipe Castelo Massimo foi a vencedora do Grand-Prix de Inovação, que estimula a adoção de novas práticas na construção

Houve atividades pedagógicas infantis, avaliação física e nutricional, app para localização de celular roubado, cadastro para emprego e estágio, corte de cabelo, degustação de alimentos saudáveis, demonstração de equipamentos operacionais, massagem, educação ambiental e orientação jurídica. Um serviço que mereceu destaque foi a abordagem sobre a violência doméstica, com orientações para procedimentos de mulheres em risco e explicações sobre o atendimento da Lei Maria da Penha, com a participação e apoio do Tribunal de Justiça do Pará. Na programação cultural, stand-up do humorista Epaminondas Gustavo, apresentação de danças folclóricas, aulão de zumba e outros ritmos, shows com as bandas do Corpo de Bombeiros, Sambloco, Chico Salles e Michelle Amadhor, com a mediação do ator Paulão.

Na edição do ano passado, o Pará ficou em primeiro lugar entre as cidades participantes do Dia Nacional de Construção Civil em número de atendimentos: foram 15.365 acolhimentos em 50 serviços oferecidos. Somando as quatro edições anteriores, foram registrados 40.250 atendimentos. Este ano, até as 14h30, quase 4.730 pessoas haviam sido atendidas em mais de 16 mil procedimentos, um novo recorde. 

No torneio de futebol soçaite, uma das atividades mais tradicionais do evento, o time campeão foi “Os Parças”, representantes do canteiro de obras Nova BR, da OdeBrecht. O vice-campeão foi o Time Win, da construtora Win. No Grand Prix Senai de Inovação, a equipe da empresa Castelo Massimo ganhou, apresentando uma solução de dutos removíveis para reaproveitamento de resíduos na obra.

Envolvimento

“Esses resultados traduzem muito bem a percepção de todas as pessoas ligadas ao setor da construção sobre a necessidade de um grande engajamento para promover a valorização do trabalho e fortalecer as relações humanas”, acredita Alex Carvalho, presidente do Sinduscon-PA. “É com encontros como esse que a gente se aproxima cada vez mais e consegue fazer uma corrente de valores, a partir da base, pois tudo começa com o ser humano”.

A percepção vai além, na opinião de Alex. Também promove uma compreensão melhor sobre os caminhos que se abrem a partir da inovação. “O mote da mudança, que fundamenta este Dia Nacional da Construção Civil, dá um ‘click’ nos trabalhadores e trabalhadoras do setor, demonstrando que a inovação não chega para tirar o trabalho de ninguém. Muito pelo contrário. É o trabalhador que será o grande indutor desse novo ciclo, procurando as boas práticas e a qualificação para crescer cada vez mais no seu ambiente de trabalho”, afirma.

 

Tags

Construção Coopercon Sesi Sinduscon-PA

Comentários

*Os comentários não representam a opinião do site, a responsabilidade é do autor da mensagem.


  • in this conversation
      Media preview placeholder