Educação profissional

Jovem treinado em Belém conquista o ouro em competição mundial de profissões

O paulista, de 18 anos, fez todo o seu treinamento na unidade do SENAI Cedam, em Belém, considerada referência nacional de formação no segmento automotivo.

O jovem Paulo Fratta conquistou medalha de ouro na WorldSkills, a maior competição de educação profissional do mundo, na Rússia. Paulo foi campeão na modalidade Manutenção de Veículos Pesados. O paulista, de 18 anos, fez todo o seu treinamento na unidade do SENAI Cedam, em Belém, considerada referência nacional de formação no segmento automotivo.

Para encarar este desafio, Paulo contou com uma preparação que simulou as provas do torneio, contando, além da estrutura e profissionais do SENAI local, com a vivência em indústrias paraenses. “O SENAI em Belém oferece uma estrutura muito boa, tanto na parte teórica quanto na prática. O Pará é um polo importante da mineração e na minha modalidade de veículos pesados é muito difícil treinar nesses equipamentos em São Paulo, por conta do custo e da própria disponibilidade das máquinas. Eu não conquistei esta medalha sozinho, por isso só tenho a agradecer a todo mundo do SENAI no Pará por todo o suporte que me deram”, diz Fratta.

A WorldSkills é o maior torneio de educação profissional do planeta. A cada dois anos, jovens de até 22 anos disputam medalhas de ouro, prata e bronze em um país diferente. Cada ocupação tem provas específicas, nas quais os competidores precisam demonstrar habilidades individuais e coletivas e realizar provas em padrões internacionais de qualidade. Nesta edição, 1.354 jovens de 63 países participaram do torneio.

A delegação do Brasil viajou com 63 competidores e conquistou duas medalhas de ouro, cinco de prata, seis de bronze, assim como 28 certificados de excelência, em áreas estratégicas para a indústria do futuro. Dessa forma, ficou com o 3º lugar geral do torneio, atrás apenas da China e da Anfitriã, Rússia. O SENAI, que é a instituição brasileira oficial na competição, treinou 56 jovens e o SENAC foi responsável por outros sete.

Histórico - A delegação brasileira tem se estabelecido entre as equipes mais vitoriosas da competição. Foi a grande campeã quando o evento ocorreu em São Paulo, em 2015, pela primeira vez em um país da América Latina. Na última edição, em Abu Dhabi, nos Emirados Árabes Unidos, alcançou o segundo lugar.

Tags

Educação Fiepa Juventude SENAI

Comentários

*Os comentários não representam a opinião do site, a responsabilidade é do autor da mensagem.


  • in this conversation
      Media preview placeholder