Xô preconceito!

Leão endossa campanha contra homofobia nos estádios

Através de suas das redes sociais, as duas maiores forças do futebol paraoara publicaram mensagens pedindo para que os cânticos preconceituosos fossem banidos das partidas de futebol.

Equipes de futebol do Brasil inteiro decidiram começar uma campanha para erradicar a homofobia dos estádios depois que a torcida do Vasco disparou uma série de cantos homofóbicos contra jogadores e torcedores do São Paulo, em São Januário, no último dia 25 de agosto. Em Belém, Remo e Paysandu aderiram à causa.

Através de suas das redes sociais, as duas maiores forças do futebol paraoara publicaram mensagens pedindo para que os cânticos preconceituosos fossem banidos das partidas de futebol.

Post do Clube do Remo do facebook:

No Twitter, o Leão publicou: “Ser raiz é torcer sem achar que piadinha homofóbica tem graça. Homofobia é CRIME e os clubes agora podem ser penalizados por cânticos homofóbicos de sua torcida. E aí, vai querer que o Remo seja punido só pelo teu "direito" de ofender os outros?”.

O Paysandu não ficou atrás. “O Paysandu Sport Club abomina e repudia a homofobia e qualquer outro tipo de preoconceito. Somos um só, somos todos Paysandu!”, diz a declaração bicolor também no Twitter.

Tags

Clube do Remo futebol LGBTQI

Comentários

*Os comentários não representam a opinião do site, a responsabilidade é do autor da mensagem.


  • in this conversation
      Media preview placeholder