FÉ QUE INCLUI

Crie promove VI Auto do Círio com alunos da rede municipal

Promover a inclusão social por meio da educação é o que busca a Prefeitura de Belém, por meio do Centro de Referência em Inclusão Educacional Gabriel Lima Mendes (Crie) da Secretaria Municipal de Educação (Semec), que promoveu na manhã desta quarta-feira, 9, o 6º Auto do Círio com o tema “Quintal de Brincar e de Ser Feliz”. O auto, realizado nas dependências do Crie, teve a participação de alunos com deficiência que são atendidos pela rede pública municipal de ensino.

O evento busca promover, cada vez mais, a inclusão dos alunos das mais diversas necessidades junto com familiares e professores. Para realização do evento, os alunos participaram de todo o processo, desde a confecção de objetos decorativos, do manto da imagem até às atrações musicais e teatrais para encenar as histórias do Círio de Nazaré.

Respeito - De acordo com Denise Costa, coordenadora geral Crie, o trabalho realizado pelo Centro vai além do processo de ensino e aprendizagem diário nas salas de aulas. “O nosso trabalho é realizado com respeito, confraternização e muito amor e o Auto do Círio já é uma tradição aqui no Crie. É um evento que agrega famílias, crianças com deficiência e um sentimento verdadeiro de amor fraternal”, destacou Denise.

Programação - A manhã foi celebrada com muita alegria e envolvimento de pais, alunos e professores, que participaram de jogos de pescaria, jogos de argolas, oficina de dobradura, entre outros. Durante o evento também foi realizado um teatro sobre a lenda do achado da imagem de Nossa Senhora de Nazaré, um poema sobre os Direitos das Crianças e rodas de dança ao som de músicas infantis.

A enfermeira Cirley Monteiro, mãe da Ana Paula Monteiro, de 11 anos, estudante com deficiência da escola Municipal Josino Viana, na Pedreira, conta que até o ano passado, a filha estudava em escola particular e, este ano, depois que começou os estudos no município, onde recebe Atendimento Educacional Especializado (AEE), o desenvolvimento da adolescente foi surpreendente.

“Minha filha, que tem Síndrome de Down, não tinha esse acompanhamento pedagógico na escola particular. Na escola Josiano Viana, ela tem aula com o professor Emir e eu já vejo o avanço na escrita e autonomia dela. A Prefeitura está bem mais avançada no nível da inclusão”, comentou Cirley.

No final do evento, com um tecido levado ao centro, no chão, foi formada uma mandala com as crianças em volta, simbolizando a inclusão. Também foi realizada a subida do manto de Nossa Senhora de Nazaré, com balões coloridos e chuva de papel pelas janelas do Crie. Todas as crianças estavam sorridentes e empolgadas com o momento.  

Crie - A Prefeitura de Belém, por meio da Semec, responsável pela educação básica do ensino infantil e fundamental, promove cada vez mais a educação especial no município,  conforme determina a Lei nº 13.146/15 - Lei Brasileira de Inclusão da Pessoa com Deficiência (LBI).

Cerca de 1.800 estudantes são beneficiados com o trabalho desenvolvido pelo município na área da Educação Especial. Atualmente, 158 escolas estão adaptadas para alunos com deficiência e existem 66 Salas de Recursos Multifuncionais (SRM) para atender às escolas da rede municipal de ensino.

O espaço Crie funciona no contraturno escolar e permite um atendimento individual e especializado e, a partir das necessidades específicas de cada um, favorece o aprendizado do aluno.

Tags

Círio2019 semec

Comentários

*Os comentários não representam a opinião do site, a responsabilidade é do autor da mensagem.


  • in this conversation
      Media preview placeholder