CUIDADOS DA FÉ

Sesma intensifica vigilância à saúde durante o Círio de Nazaré

As Unidades de Pronto Atendimento (UPA) de Icoaraci, Terra Firme e Sacramenta, o Hospital de Pronto-socorro Mário Pinotti (no Umarizal) e a Unidade Municipal de Saúde da Marambaia estão entre os 19 estabelecimentos de saúde que serão a base de informações do Centro Integrado de Operações Conjuntas da Saúde (CIOCS), um projeto pioneiro que integra órgãos públicos e privados em prol da vigilância dos atendimentos às pessoas com alguma situação clínica relacionada ao Círio de Nazaré. Pela Prefeitura de Belém, a Secretaria Municipal de Saúde (Sesma) estará ativamente participando da ação.

Mais de mil profissionais da área de saúde estarão envolvidos nesse monitoramento, que deve seguir até o dia 16 de outubro e envolverá os municípios de Belém e Ananindeua. Os entrevistadores estarão de plantão nas unidades de saúde, coletando as informações que serão passadas aos profissionais que ficarão na base de operações e poderão tomar as medidas adequadas aos casos clínicos diagnosticados.

Vigilância - Em Belém, a Sesma fará o reforço das equipes do Departamento de Vigilância em Saúde, por meio da Divisão de Vigilância Epidemiológica e da Vigilância Sanitária, intensificando a atenção às doenças transmissíveis e de transmissão alimentar no período do Círio, quando pela cidade circulam cerca de 2 milhões de pessoas oriundas de outros municípios do Estado, de todo Brasil e estrangeiros. 

De acordo com o secretário municipal de saúde, Sérgio de Amorim, a estratégia é reforçar as equipes de plantão para atender de imediato todas as ocorrências durante o período e evitar surtos. “A vigilância epidemiológica, todos os anos intensifica a vigilância nesse período e reforça a equipe do plantão para atender às demandas que ocorrerem nos nossos serviços. Haverá uma equipe composta por dois enfermeiros, um técnico de enfermagem, além de uma equipe de sobreaviso com quatro técnicos da vigilância para realizar bloqueio vacinal, caso ocorra algum caso suspeito de sarampo, por exemplo”, destacou o secretário. 

“O trabalho integrado possibilita um atendimento mais rápido e eficaz ao usuário do SUS”, completou Amorim.

Tags

Círio2019 sesma

Comentários

*Os comentários não representam a opinião do site, a responsabilidade é do autor da mensagem.


  • in this conversation
      Media preview placeholder