EDUCAÇÃO PRIORIZADA

Semec comemora 51 anos de avanços e serviços prestados à população

Na manhã desta sexta-feira, 11, com uma programação festiva, a Secretaria Municipal de Educação (Semec) celebrou 51 anos de existência com muitos avanços alcançados pela atual política educacional desenvolvida pela Prefeitura Municipal de Belém. Oficialmente, a data de aniversário da Semec é o dia 4 de outubro.

O prefeito Zenaldo Coutinho prestigiou o evento ao lado de Socorro Aquino, titular da Semec, e ainda representantes da Câmara Municipal de Belém e do banco Bradesco, instituição financeira que inaugurou, durante a celebração, uma agência bancária, localizada na área do estacionamento da Secretaria, localizada na avenida Governador José Malcher.

Aniversário - No salão de entrada da sede da Semec foram realizadas as comemorações de aniversário da Secretaria, que atualmente possui 2.700 professores para atender a uma rede com cerca de 70 mil alunos em 200 escolas. Antes da pasta se institucionalizar como Semec, em 1968, ela era conhecida pelo nome de Fundação Educacional do Município de Belém (FEMB), criada em 1964.

“Parabéns à Semec, porque consegue manter o compromisso de Estado, não no sentido de governo, mas porque tem o 'olhar' voltado à cidadania, à formação efetiva das crianças dentro das escolas públicas, que não pode ser menosprezada ou subestimada. A educação tem que ser priorizada como instrumento real de justiça social", adiantou o prefeito Zenaldo Coutinho, em trecho de seu discurso.

"Minha visita aqui é para todos os servidores que, indistintamente, às vezes anonimamente, dedicam-se com carinho, técnica e conhecimento aos nossos alunos. Cinquenta e um anos de acúmulo de conhecimento merecem nossos parabéns", continuou o prefeito.

Zenaldo ainda adicionou que um dos desafios da Secretaria é o resultado do IDEB, num trabalho coletivo de todos, da direção, da merendeira, do porteiro e todos os servidores. “Quando temos bons resultados, queremos que sejam seguidos por outras escolas, independente da localização da unidade de ensino", finalizou Zenaldo.

Festiva - A programação festiva teve os parabéns tradicionais, corte de bolo, exibição de vídeo institucional, entrega de premiações às unidades de ensino que atingiram boas notas no IDEB, entregas de computadores e de placas e certificados a servidores. Também foram entregues 200 computadores às escolas que possuem laboratórios de informática. Logo na abertura da programação, alunos da escola Municipal Sílvio Nascimento realizaram uma apresentação cultural.

Agraciados - As comemorações mobilizaram alunos, professores, coordenadores e o funcionalismo da Secretaria. A programação abriu espaço para o reconhecimento aos serviços prestados por servidores, homenageando o Dia do Professor e o Dia do Servidor Público comemorados, respectivamente, nos dias 15 e 28 deste mês.

Com 48 anos de dedicação à administração pública, Maria Berenice Dias foi uma das que receberam uma placa comemorativa. “Minha trajetória é imensa, passei por vários momentos na Semec. Estou feliz. Muita emoção, não esperava em receber esse reconhecimento e me sinto orgulhosa”, contou emocionada a servidora, de 71 anos, vinculada ao Sistema Municipal de Bibliotecas Escolares (Sismube).

Além de Berenice, a Semec também entregou placa de reconhecimento ao servidor João Batista Benassuly Fialho, e certificados por serviços prestados a Albério Marques, diretor da Secretaria Municipal de Saneamento (Sesan), e a Almir Ferreira, inspetor geral da Guarda Municipal de Belém (GMB).

Incentivo e IDEB - De acordo com o Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (IDEB), em 2017, o Ensino Fundamental da Rede Municipal de Belém foi o terceiro com maior crescimento entre as capitais brasileiras nas séries iniciais, ficando com a pontuação de 5.1, atingindo as metas projetadas, passando da média de 4.6, em 2015.

Devido aos bons resultados alcançados no exame do IDEB, nove escolas receberam televisores de 50 polegadas da Semec. Uma forma de incentivar o envolvimento de professores e alunos no ensino diário. As unidades de ensino municipais premiadas foram Sílvio Leandro, Ernestina Rodrigues, Theodor Badotti, Sílvio Nascimento, Amância Pantoja, Honorato Filgueiras, Liceu Mestre Raimundo Cardoso, João Carlos Batista e Avertano Rocha.

“Essa premiação é para equipe. São professores e alunos engajados. Esse reconhecimento é maravilhoso e estamos muito felizes. É um trabalho árduo feito o ano todo, tudo para que a nossa avaliação seja satisfatória”, analisou Fernanda Souza, diretora da Escola Municipal de Ensino Fundamental Liceu Mestre Raimundo Cardoso, localizada no bairro do Paracuri, em Icoaraci. A escola mantém 1.500 estudantes e atingiu a nota 4.8 na avaliação do IDEB de 2017.

Obras e transporte - No período de 2013 a 2018, foram investidos R$ 66 milhões na construção de 14 escolas municipais, ao mesmo tempo em que, 82 unidades de ensino passaram por reformas ou foram ampliadas. No mesmo espaço de tempo, mais 17 quadras esportivas foram construídas. Em 2019, duas escolas foram construídas e cerca de 50 estabelecimentos de ensino foram reformados e ampliados, com a inclusão de infraestrutura de climatização. 

A Secretaria deu um grande salto na aquisição de ônibus escolares. Em 2013, havia apenas dois ônibus para atender à demanda de locomoção de todos os alunos da rede. Atualmente, existem 48 ônibus. E como Belém é uma cidade ribeirinha, a Semec atende às escolas das ilhas do sul e do norte, por meio de 19 barcos e quatro lanchas.

A titular da Semec, Socorro Aquino, listou os avanços que estão sendo alcançados na política educacional de Belém. "Parabenizo a todos os servidores públicos da Semec, lembrando as datas do Dia do Professor e do Servidor Público. Temos avançado bem e vamos avançar mais, temos recursos de educação especial, nossas unidades, em boa parte, estão climatizadas, com bibliotecas e estão em condições de atender aos nossos milhares de alunos", comemorou.

Inclusão - Cerca de 1.800 estudantes são beneficiados com o trabalho desenvolvido pelo município na área da Educação Especial. Atualmente, 158 escolas estão adaptadas para alunos com deficiência e existem 66 Salas de Recursos Multifuncionais (SRM) para atender às escolas da rede municipal de ensino. 

Educação Indígena - Ainda são desenvolvidas ações da chamada Pedagogia de Emergência aos Imigrantes, refugiados da Venezuela, da etnia Warao. Desde outubro de 2018, um atendimento educacional especializado vem sendo realizado às crianças Warao, no Abrigo Estadual Domingos Zahluth, no Abrigo Provisório da João Paulo II e na Casa de Autogestão Monitorada do Município, que, hoje, atendem à aproximadamente 80 crianças, de 6 meses a 12 anos, da Educação Infantil e dos anos Iniciais do Ensino Fundamental.

Projetos - Um dos principais serviços da Semec também são os projetos educacionais que são desenvolvidos para qualificação de professores e alunos da Rede Municipal de Ensino, primando pela educação de qualidade no município.

Alguns deles, que criam grandes movimentos nas escolas, são Direito de Ser Criança e Adolescente, Cantar-o-Lar, Concerto Didático, Turismo na Escola, Inocência Roubada, Bem-Aventurados, Alfabetização em Movimento, Brasil de Tuhu, entre outros, que fazem a diferença na qualidade de ensino dos alunos.

Tags

guarda municipal semec sesan

Comentários

*Os comentários não representam a opinião do site, a responsabilidade é do autor da mensagem.


  • in this conversation
      Media preview placeholder