118 anos

Salinas festeja aniversário e sucesso como atração turística

O município de Salinópolis, ou simplesmente Salinas, está festejando seus 118 anos de emancipação política e o crescimento do local como maior destino da rota turística do Polo Amazônia Atlântica e da Região dos Caetés, que compreendem mais de 50 cidades localizadas no cinturão do Nordeste Paraense.

A história de Salinas começou em 1655, quando os primeiros navegantes cruzaram as águas da Atlântica, deixando sua herança que o tempo não apagou. Para marcar a data, a Prefeitura local, por meio da Secretaria Municipal de Turismo e uma rede de parceiros, está realizando uma programação especial, que foi aberta no dia 18, com a entrega de obras e serviços no bairro Bom Jesus, e, se encerra nesta terça-feira, 22, data máxima dos festejos, com shows de aparelhagens, missa em ação de graças, bolo, show pirotécnico e a entrega da Comenda “Professor Carlos Alberto Dias”, de reconhecimento a personalidades que desenvolvem trabalho social em prol dos cidadãos de Salinas. A coordenação do evento festeja o sucesso da programação.

A Praça Luís de Souza Bentes, no centro de cidade, ficou lotada todos os dias da programação. Os shows de músicas gospel e católica, além de apresentação das aparelhagens empolgaram o público. Segundo o secretário municipal de Turismo, Júlio Vieira, o município de Salinas está festejando seu aniversário de fundação e o sucesso do projeto que transformou a cidade no maior destino do lazer paraense. Durante os períodos de alta estação como Carnaval, Férias Escolares, Natal e Ano Novo, a população da cidade salta de 50 para 200 mil visitantes, que vão em busca dos encantos das praias do Atlântico Paraense, sol e diversão.

Nos últimos seis anos, a cidade investiu em planejamento, gestão e qualificação da sua agenda turística. O prefeito Paulo Henrique Gomes inovou o ambiente turístico com calendário extenso, dinâmico e diferenciado, reunindo atrações musicais, da gastronomia e de lazer. Também foram realizados investimentos em equipamentos urbanos como quiosques, praças e estradas. Segundo o secretário Júlio Vieira, também existe forte preocupação com legislação de proteção ambiental. “É o turismo sendo desenvolvido de maneira sustentável”, disse.

Até o final do ano, Salinas ainda vai realizar o Festival do Carimbó, no período de 22 a 24 de novembro, o Comidinha de Praia, evento gastronômico de grande sucesso nacional, no início dezembro, o Natal das Luzes, quando o Farol Velho da Cidade é iluminado, e por fim o Revellion das Águas, na extensão dos 200 KM da praia do Maçarico.

Sobre o Prêmio da Associação Brasileira de Jornalismo em Turismo (ABRAJET/Pará), o secretário Júlio Vieira disse que está na torcida para que o profissional premiado seja da região e que tenha Salinas como sua fonte de inspiração. “Queríamos que existissem muitas Abrajets para divulgar nosso potencial turístico. Somos gratos pela parceria que tem destacado nosso trabalho no Brasil e no exterior. Desejamos sucesso à coordenação do Prêmio e reforçamos nossa parceria com a Abrajet”, destacou Vieira.

Tags

Salinas Salinópolis Turismo

Comentários

*Os comentários não representam a opinião do site, a responsabilidade é do autor da mensagem.


  • in this conversation
      Media preview placeholder