INCLUSÃO

Portal do Trabalhador realiza pré-seleção de pessoas com deficiência

Promover a inclusão profissional das Pessoas com Deficiência (PCD) é uma das metas da Prefeitura de Belém. Na manhã desta terça-feira, 10, o Portal do Trabalhador realizou, na sede do Fundo-Ver-o-Sol, a pré-seleção e checklist de documentos dos candidatos PCDs que vão participar da entrevista na rede de farmácias Drogasil, na próxima segunda-feira, 16. A ação é resultado de uma parceria entre a Prefeitura da Belém e a Rede Drogasil, firmada na última quarta-feira, 4, para promover a inserção de pessoas com deficiência no mercado de trabalho, mais rapidamente.

Quem está em busca de recolocação ou colocação profissional pode contar com a Prefeitura de Belém que, por meio do Portal do Trabalhador, se compromete com a inclusão das diferenças, criando um ambiente no qual, todos, independente de qualquer atributo individual, como naturalidade, gênero, cor, deficiência, idade e outros, possam trabalhar juntos e tenham igualdade de oportunidades.

Confiança - Segundo o coordenador do Portal do Trabalhador, Gilvan dos Anjos, o sentimento é de realização e agradecimento pela confiança da população que se fez presente na pré-seleção. “O processo de conquista de vagas é para ser comemorado. Com essas vagas de PCD, o nível de satisfação foi superado pelo número de candidatos que compareceram. Cerca de 34 PCDs interessados as vagas de atendente de loja e assistente operacional compareceram à chamada”, ressalta Gilvan.

A legislação estabelece a obrigatoriedade de as empresas com cem ou mais empregados preencherem uma parcela de seus cargos com pessoas com deficiência. A reserva legal de cargos é também conhecida como Lei de Cotas (artigo 93 da Lei número 8.213/91). As cotas dependem do número geral de empregados que a empresa tem no seu quadro de funcionários, conforme estabelece a Lei.

“Esse tipo de ação nos ajuda muito, pois em um só lugar temos várias oportunidades sem que tenhamos que nos deslocar. Estou muito otimista para que eu consiga ser selecionado no dia 16. A nossa deficiência é apenas uma característica. Nós também temos habilidade e competência”, disse Miqueias Nunes, de 22 anos, que há 15 tem crises epiléticas, mas que com medicamentos e tratamentos são controladas.

“Eu estou muito feliz de participar dessa pré-seleção, porque todos nós precisamos trabalhar, independente de ter ou não algum tipo de deficiência. O Portal do Trabalhador está abrindo as portas para gente que, por vezes, fomos ignorados pelas empresas”, conta, muito feliz, Antônia Oliveira, portadora de deficiência auditiva.

“Sei que existem muitas dificuldades para a inserção no mercado de trabalho, ainda mais sendo surdo e mudo, por isso, estou muito feliz de estar aqui. Muitos surdos têm vontade de trabalhar, e quando eu vi essa possibilidade, em uma rede de farmácias, fiquei um tanto surpreso e contente, porque é importante ter essa sensibilidade, para que nós possamos conseguir trabalhar de forma justa e acessível”, destacou Manoel Adelnic, portador de deficiência auditiva.

Tags

portal do trabalhador secon

Comentários

*Os comentários não representam a opinião do site, a responsabilidade é do autor da mensagem.


  • in this conversation
      Media preview placeholder