ANIVERSÁRIO DE BELÉM

Belém chega aos 404 anos com avanços significativos na área do saneamento

Mais de 300 vias pavimentadas, ampliação da coleta seletiva, eliminação de pontos críticos e limpeza de vias e canais. Avanços significativos que podem ser considerados como o maior presente, na área do saneamento básico, nos 404 anos de Belém. Motivos para comemorar é o que não faltam, já que as melhorias estão espalhadas nos diversos cantos da cidade e podem ser vistas por meio de ações diárias de limpeza e asfalto.

Ao longo dos sete anos de gestão, o saneamento na capital paraense alcançou resultados satisfatórios, com ações que beneficiaram não somente o centro da cidade, mas também os bairros mais periféricos do município. “A Prefeitura de Belém trabalha diariamente com o objetivo de sempre melhorar, pois sabemos da importância de nossas ações para o crescimento da cidade”, destacou o titular da Secretaria Municipal de Saneamento (Sesan), Claudio Mercês. “As obras que executamos e as que ainda estão em andamento comprovam os avanços alcançados e o crescimento conquistado. Belém não poderia ganhar melhor presente de aniversário do que esses inúmeros avanços no saneamento básico”, completou.

Asfalto - Entre as ações de infraestrutura desenvolvidas, destaque para o programa de asfaltamento desenvolvido pela Sesan, por meio do Departamento de Obras Viárias (Deov), que executou a pavimentação de mais de 300 vias em sete anos de gestão. A recuperação da avenida Augusto Montenegro no trecho que vai da rodovia do Tapanã à estrada da Maracacuera, no distrito de Icoaraci, se tornou realidade em 2019, beneficiando 12 quilômetros de via. “Parece um sonho, pois este trecho da avenida precisava de reparos, mas não imaginávamos que seria toda pavimentada”, comentou a dona de casa Tereza da Silva, de 68 anos, moradora da via.

A ação também chegou à travessa Angustura, à avenida Antonio Everdosa, à rua Barão de Igarapé-Miri e à travessa 14 de Março, que são vias de grande importância para o trânsito da cidade.  Além das vias centrais, o programa de asfalto atendeu também as áreas mais distantes do centro da cidade, como a rua da Paz, entre as avenidas Mário Covas e Brasil, no bairro do Coqueiro, que ganhou pavimentação e drenagem do trecho de 350 metros da via.

No bairro do Sideral a pavimentação deu cara nova à rua São Pedro, a principal do bairro e que liga as cidades de Belém e Ananindeua. Na passagem Isabel, no bairro do Telégrafo, a obra atendeu 1.200 km de via. Os distritos também receberam atenção especial. Em Mosqueiro, as orlas das praias da Baía do Sol, Maraú, Areião e Paraíso foram revitalizadas no segundo semestre do ano passado, atraindo mais turistas para a bucólica ilha. 

Curió-Utinga - No mês passado, o bairro do Curió-Utinga recebeu ações emergenciais, que incluiu serviços de limpeza e recuperação asfáltica. Está previsto para este mês de janeiro o processo de licitação para contratação de empresa responsável para obras de drenagem no bairro, que visa diminuir o problema de alagamentos na área, em especial na avenida João Paulo II.

Pontes - A Sesan está elaborando projetos para a construção de novas pontes e recuperação das que necessitam de reformas. Em 2019 foram concluídas diversas pontes de madeira em vários bairros da cidade, entre elas a ponte da passagem Astronauta, no Parque Verde, e a ponte do Porto da Palha, na Condor.

Estão em andamento obras de quatro pontes no bairro da Terra Firme no trecho do canal Lago Verde. Já a ponte da avenida Variante, em Mosqueiro, feita em concreto e ferro, está com mais de 50% do serviço concluído.   

Resíduos - No setor dos resíduos sólidos os avanços também são bastante significativos. Ao longo dos sete anos de gestão, o Departamento de Resíduos Sólidos (Dres) da Sesan ampliou as ações de limpeza para diversos bairros e intensificou a limpeza manual em áreas de difícil acesso, onde não é possível chegar com equipamentos de coleta.

Os canais da cidade recebem ações regularmente, com atenção especial para os trechos com ocorrências de alagamentos. Cerca de 80 pontos críticos foram eliminados e 178 carroças utilizadas para o descarte em via pública foram apreendidas no ano de 2019, por meio de ações de fiscalização. Equipes de educação ambiental da Sesan percorrem diariamente os bairros com orientação aos moradores.

Outro grande avanço no setor dos resíduos sólidos foi o acordo firmado com a empresa Guamá Tratamento, que administra o aterro sanitário de Marituba, para recebimento e tratamento do lixo da Região Metropolitana por mais dois anos, enquanto os municípios buscam um aterro definitivo para a destinação final dos resíduos. Por iniciativa da Prefeitura de Belém, uma comissão intersetorial foi criada para discutir e encontrar uma solução definitiva para os resíduos da Região Metropolitana.

Coleta seletiva - Os números são positivos na área da coleta seletiva. No início da gestão, sete cooperativas de coleta eram apoiadas e atualmente 11 cooperativas recebem o apoio da Prefeitura. Eram coletadas entre 300 e 400 toneladas e hoje se coleta 700 toneladas.

E além dos dois galpões  - na avenida Bernardo Sayão, e no canal São Joaquim, na avenida Júlio César -, um novo espaço para triagem foi construído no Aurá para ampliar a coleta seletiva. Pequenos ajustes estão sendo finalizados para que o espaço seja logo inaugurado. Com o novo galpão, mais catadores poderão participar do processo. O projeto envolve nova modelagem da coleta de resíduos urbanos, incluindo a participação efetiva de cooperativas de catadores de materiais recicláveis.  

Bacia do Una - As ações de reabilitação dos canais da Bacia do Una serão realizadas com recursos do contrato de empréstimo obtido com o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), para realização do Programa de Saneamento Básico da Bacia da Estrada Nova e do Una.  A Prefeitura mantém um cronograma de ações de limpeza e manutenção nas áreas de influência da Bacia do Una, para atender as demandas referentes aos serviços de limpeza manual e manutenção dos sistemas de drenagem.

Ao longo dos canais é mantida a coleta regular de entulho, e a coleta domiciliar respeitando os roteiros pré-estabelecidos, com frequência e horários programados, e demais ações de limpeza necessárias visando atenuar os alagamentos nas áreas de influência dos canais.

Tags

Belém404Anos sesan

Comentários

*Os comentários não representam a opinião do site, a responsabilidade é do autor da mensagem.


  • in this conversation
      Media preview placeholder