INAUGURAÇÕES

Prefeitura de Belém entrega os novos espaços na Funbosque

Na manhã desta quarta-feira, 15, no distrito de Outeiro, a Prefeitura Municipal de Belém (PMB) inaugurou um conjunto de obras de espaços da Fundação Centro de Referência em Educação Ambiental Escola Bosque Professor Eidorfe Moreira (Funbosque), que irá atender às comunidades da região das ilhas, sobretudo, estudantes atendidos pela instituição, os quais integram o projeto Funbosque 2020. O investimento da PMB foi da ordem de R$ 2 milhões.

Acompanhado de moradores e representantes da equipe de governo e ao som da Banda da Guarda Municipal, o prefeito Zenaldo Coutinho iniciou a programação de inaugurações pelo descerramento da placa da quadra poliesportiva.

O projeto de engenharia conta com área física de 980 m² e a capacidade de atender a várias modalidades. Projetada para oferecer acessibilidade a estudantes e moradores, a quadra de esportes inaugurada é constituída de banheiro, sala de professores de educação física e rampa de acesso.

Outros espaços - Além da quadra esportiva, foram entregues à comunidade a cozinha industrial, o Ecomuseu e o auditório José Mariano Klautau de Araújo, espaços revitalizados. Além disso, a administração Zenaldo Coutinho inaugurou a primeira sala de aula climatizada para atender a alunos do ensino fundamental. Durante o ato no ginásio poliesportivo, Zenaldo Coutinho participou de uma partida de vôlei com paratletas do clube Tuna Luso Brasileira.

Na solenidade realizada no auditório, o gestor municipal entregou, juntamente com equipe da Prefeitura de Belém e autoridades, 203 certificados de participação no curso Básico de Informática a alunos da região das ilhas. Centenas de moradores de Belém e dos distritos de Icoaraci e de Outeiro, além das ilhas como Cotijuba e Paquetá, acompanharam a série de inaugurações.

Dignidade - A professora Ellen Oliveira, de 33 anos, destacou a importância de se garantir um aprendizado com boas condições físicas. “Não apenas a climatização e não somente a sala de aula inaugurada são importantes, mas o auditório e a quadra trazem muito mais dignidade para os alunos e nós professores também. Todas as reformas que estão sendo realizadas valorizam mais nosso trabalho e nos dar mais ‘gás’ para trabalhar. É muita gratidão”, avaliou a docente e coordenadora da região das Ilhas da Funbosque.

Ana Carla Rodrigues, de 29 anos, mãe de quatro menores que estudam na escola Bosque, se mostrou bastante satisfeita. “A escola é o caminho, pois temos a violência reinando em muitos lugares. Essas inaugurações são fundamentais para oferecer boas condições de estudo aos meus filhos”, disse Ana Carla.

Se pais e responsáveis comemoraram a entrega das obras, o merendeiro da escola, Laércio Siqueira, de 48 anos, não ficou atrás. “Ficou muito bom esse espaço, totalmente revitalizado e com louças e material novos. Deu outro visual e isso estimula a nossa equipe. A garotada vai gostar também”, exaltou o manipulador de alimentos, há cinco anos atuando na cozinha industrial da Funbosque.

Função estratégica - O prefeito Zenaldo Coutinho fez os descerramentos das placas e visitou cada espaço reformado e inaugurado. Em seu discurso, destacou a função estratégica que a Funbosque assume, porque essa instituição forma, além de técnicos ligados à área ambiental, prepara profissionais às demandas do mercado.

“É muito bom que tenhamos técnicos em meio ambiente? Claro que é, mas a gente precisa comer e precisa se desenvolver, a pessoa precisa de um sustento e estávamos formando gente sem o mercado absorver. Tínhamos uma defasagem no ensino fundamental e nossa obrigação é oferecer os ensinos infantil e fundamental, e o olhar da Escola Bosque é para formar ao mercado de trabalho”, destacou o prefeito.

Zenaldo ainda adicionou que é importante entender que o jovem do ensino público tem certa dificuldade de sair do ensino médio público e encarar uma universidade pública, visto que, a disputa é muito acirrada. “Depois de muitas análises e, temos que ser justos com a ilha de Caratateua, um espaço aqui seria fundamental para atender essa necessidade. Precisávamos olhar para essa juventude e direcionar para o mercado de trabalho, a exemplo da Escola de Gastronomia. A Fundação está aqui para transformar vidas”, enfatizou Zenaldo.

Dentre as autoridades presentes estavam os secretários municipais de Educação, Saúde e de Coordenação Geral de Planejamento e Gestão, respectivamente Socorro Aquino, Sérgio de Amorim e Nazaré Costa; além da presidente da Funbosque, Beatriz Padovani; dos agentes distritais de Outeiro, Yan Miranda, e Edson Souza, de Icoaraci; de vereadores como o presidente da Câmara Municipal de Belém, Mauro Freitas (PSDC), e do deputado federal Cássio Andrade (PSD).

Espaços - O auditório da Funbosque teve a primeira reforma completa, após ter sido inaugurado em 2011. O espaço ganhou nova pintura e revitalização de poltronas, reformas técnicas, sala de dança, de acústica, implantação de iluminação com LED e instalação elétrica.

O Ecomuseu ganhou peças de cerâmicas, madeira e vidro disposto na exposição ‘Jirau’. A sala climatizada vai atender aos alunos em aulas de reforço, no conceito de contato com a natureza.

Tags

adic arout segep semec sesma

Comentários

*Os comentários não representam a opinião do site, a responsabilidade é do autor da mensagem.


  • in this conversation
      Media preview placeholder