EDUCAÇÃO AMBIENTAL

Semma priorizou as práticas sustentáveis em espaços públicos em 2019

A Prefeitura de Belém, por meio da Secretaria Municipal de Meio Ambiente (Semma), continua divulgando o balanço da gestão ambiental do ano de 2019, por meio da Coordenadoria de Educação Ambiental e Desenvolvimento Comunitário (CEADC) dessa secretaria.

Em 2019, foram recuperados diversos espaços onde eram feitos descartes ilegais de resíduos, em toda Belém, com o objetivo de estreitar laços entre comunidade e gestão. A gestão municipal prioriza esse tipo de prática, que é fundamental para o bem-estar da população, deixando a cidade mais limpa, e incentiva moradores, do entorno dos locais antes críticos, com orientações de educação ambiental.

“O ano de 2019 foi marcado pelas questões pautadas para a educação ambiental. A Semma fez parte desse contexto, que fazer parte dessa luta e da busca pelas melhorias ambientais. Nós temos muito a agradecer por ter conseguido minimizar algumas questões ambientais irregulares da nossa cidade”, disse José Gadelha, coordenador de Educação Ambiental e Desenvolvimento Comunitário da Semma.

“Nas nossas ações, temos o apoio constante da gestão de Pio Neto, além de parceiros e colaboradores que apoiaram o nosso trabalho desenvolvido em 2019 que, de certa forma, proporciona aos moradores de Belém melhores condições de vida, referentes às questões ambientais. Tudo isso reforça o nosso compromisso no ano de 2020”, complementou Gadelha.

Projetos - Ao longo de 2019, a Semma colocou em prática os projetos Gestão Compartilhada, Pequeno Jardineiro e o programa Minha Rua, Meu Jardim, que buscam sensibilizar a comunidade em geral sobre as questões socioambientais e, ao mesmo tempo, despertar o interesse nas pessoas pelas questões pertinentes ao meio ambiente.

Os objetivos alcançados pela Semma criaram possibilidades para dar continuidade aos projetos em 2020, agregando também novos projetos, que estão sendo desenvolvidos em parceria com várias entidades e que contribuíram de forma decisiva para os resultados alcançados.

Pontos críticos - Em 2019, foram 50 os pontos críticos recuperados nos bairros do Telégrafo, Jurunas, Terra Firme, Sacramenta, Cremação, Cabanagem, distrito de Icoaraci, conjunto Satélite, Pratinha II, Condor, Campina, Tapanã, Mangueirão, Marambaia e Curió-Utinga e o serviço terá continuidade.

De janeiro a dezembro de 2019, a Educação Ambiental da Semma marcou presença em todas as edições do programa Prefeitura no Bairro, promovendo ações de conscientização ambiental para crianças, adolescentes e jovens de várias faixas etárias. Foram 20 ações com a duração de dois a três dias cada, que levaram atividades culturais, de lazer, distribuição de mudas e orientação de serviços da Semma à comunidade.

Apesar de priorizar, no ano passado, a minimização de pontos críticos, para 2020, a proposta se pautará nas ações direcionadas às escolas, sejam elas municipais, estaduais, particulares e academias, visando à troca de conhecimento e, ao mesmo tempo, levar a essas instituições Educação Ambiental, com palestras interativas, com audiovisual, e conhecimentos práticos.

Pequeno Jardineiro - O projeto Meu Pequeno Jardineiro da Semma promoveu dez ações pelas escolas municipais, como a Augusto Meira e Aníbal Duarte (em São Brás), Santa Luzia (na Sacramenta), Brigadeiro Fontenele (na Terra Firme), Escola Liceu de Arte Mestre Cardoso (em Icoaraci) e na praça Milton Trindade, também conhecido como Horto Municipal (Batista Campos), todas em conjunto com a Secretaria Municipal de Educação (Semec).

A Coordenadoria de Educação Ambiental e Desenvolvimento Comunitário da Semma ainda proporcionou ações diversas, como orientações e palestras em projetos comnutários, ONGs, e em diversos eventos culturais, de cidadania, socioambiental, sustentável e educacional pela cidade.

Foram 50 encontros de janeiro a dezembro que abrangeram áreas rurais de Outeiro, Mosqueiro e Cotijuba. Houve também uma ação na praça Princesa Isabel, no bairro da Condor, com a Prefeitura dando a devida atenção a esses espaços. Outra demanda externa foi na companhia de transportes Bertolini, no bairro da Pratinha II, no Portal da Amazônia, na 8ª Região Militar e no comando de manutenção na Marambaia.

Também houve visita técnica ao cemitério da Soledade e participação da Semma no III Seminário sobre Meio Ambiente e Sustentabilidade na Região Metropolitana de Belém, promovido pela Universidade Federal do Pará (UFPA), entre outros.

Tags

PrefeituraNoBairro semec semma

Comentários

*Os comentários não representam a opinião do site, a responsabilidade é do autor da mensagem.


  • in this conversation
      Media preview placeholder