CARNAVAL 2020

Quem São Eles promete emocionar com o enredo “A Beleza de Ser um Aprendiz”

“A beleza de ser um aprendiz”. Este é o enredo escolhido para mostrar um pouco da existência do Colégio Estadual Paes de Carvalho, ao longo dos 179 anos de sua fundação e da contribuição como mirante, de onde se contemplam a história e as transformações políticas, culturais, econômicas e sociais pelas quais passou o Estado do Pará e ele próprio. O enredo traz à tona, ainda, as diferentes matrizes do saber.

É com a Quem São Eles que a Agência Belém inicia, a partir desta terça-feira, 4, uma série de reportagens com as escolas de samba do grupo 1. As agremiações desfilam na Aldeia Amazônica na noite do dia 15 de fevereiro, a partir das 19 horas.

Fundada em 28 de janeiro de 1946, pelo alfaiate Almerindo, a Quem São Eles será a 6ª escola a desfilar no sábado, 15, durante a apresentação do 1° grupo do Carnaval na Aldeia Amazônica.

“Sempre digo que meu amor pelo Quem São Eles foi à primeira vista. Minha paixão por essa escola só faz aumentar. Ser presidente dessa escola sempre foi um sonho, e neste ano junto com essa equipe que faz a escola acontecer na avenida vamos dar nosso melhor para realizarmos um desfile técnico, harmonizado para que esse título seja possível”, destaca Édson Jair Calandrini, presidente da escola.

A escola irá levar para a avenida cerca de 1.600 brincantes que prometem fazer um desfile marcante. “Estou dividindo com a escola nesse Carnaval um conhecimento prático, discutindo ‘a beleza de ser um aprendiz’, trazendo não só a escola formal, mas também a escola de samba como um núcleo de formação de gente de caráter e gente de bamba como diz o samba. Sinto-me muito feliz. Desejo que a escola faça um desfile técnico e alegre”, explica Neder Roberto, carnavalesco da Quem São Eles.

“Esse ano estou com muita responsabilidade gerenciando o barracão do lado B e fazendo a alimentação dos trabalhadores daqui do barracão. Chego de manhã e só volto para casa pela madrugada, faço isso há 26 anos. De um Carnaval para o outro é o ano todo, mas o nosso serviço só é mostrado a partir de outubro, que é quando a gente reabre o barracão e todos começam a trabalhar. Essa escola já me ajudou a superar um quadro de depressão, por esse e outros motivos que sou tão apaixonada por ela”, conta Gisele Morais, 43 anos, diretora de barracão.

“Já faço parte da história do Quem São Eles há 23 anos, ajudando o mestre de bateria. O meu trabalho é fazer de tudo um pouco, mas o meu papel principal é com a bateria. Tomo conta dos instrumentos e faço a manutenção deles”, conta Reinaldo Lima, ajudante do mestre de bateria e um eterno apaixonado pela escola. “É um sentimento que não cabe dentro de mim. Já foram inúmeros momentos, altos e baixos, mas sempre nos superando, porque aqui nós somos e como uma boa família, nunca largamos a mão um do outro”, acrescenta Lima.

Em seus 73 anos de história, o Quenzão já conquistou 17 títulos de campeã do Carnaval.

 

Assista ao vídeo com representante da escola:

 

Tags

Carnaval 2020 fumbel

Comentários

*Os comentários não representam a opinião do site, a responsabilidade é do autor da mensagem.


  • in this conversation
      Media preview placeholder