Sustentabilidade

Prefeitura de Marituba apresenta alternativas para o tratamento de resíduos sólidos na RMB

A Prefeitura de Marituba, por meio da Secretaria Municipal de Meio Ambiente (SEMMA), fará a apresentação do Estudo de Viabilidade de Solução para o Tratamento e Valorização de Resíduos Sólidos da Região Metropolitana de Belém (RMB). A reunião ocorrerá nesta quarta-feira (05), às 9h, na sede do Instituto de Ensino de Segurança do Pará – IESP, localizado na Rodovia BR-316, Km 13, Centro de Marituba.

O estudo será apresentado pelo professor Mário Russo, especialista internacional em gestão de resíduos pela ISWA (International Solid Waste Association) e docente universitário. “Não existe uma única e exclusiva solução para equacionar o problema dos resíduos sólidos. É por isso que vamos explanar algumas alternativas consolidadas. Algumas delas foram visitadas pelo prefeito Mário Filho e pelo Secretário Municipal de Meio Ambiente Ismaily Bastos, e a ideia é mostrar as soluções para resolver esse problema”, comentou o professor.

Por decisão judicial, a partir de 31 de Maio de 2021 o Aterro Sanitário de Marituba, operado pela Guamá Tratamento Resíduos Sólidos, não poderá mais funcionar. “Não é possível que o lixo possa ficar nas ruas da cidade de Belém, Ananindeua e Marituba. Por isso, a Prefeitura de Marituba avança em soluções e vai apresentar estudos de alternativas que resolvam o problema para a RMB”, reforçou ele.

Desde que Marituba passou a receber o lixo doméstico de Belém, Ananindeua e do próprio município, a população local reclama do odor e dos possíveis males à saúde que o aterro sanitário tem causado. O secretário de Meio Ambiente de Marituba explica que a Prefeitura de Marituba sempre foi contrária à permanência do aterro, devido aos problemas que este empreendimento vem trazendo até hoje para o município. "A Prefeitura de Marituba não mede esforços em buscar soluções para resolver definitivamente a situação da gestão dos resíduos na RMB, porque não adianta resolver apenas o problema de Marituba, que é muito pequeno comparado com a quantidade de resíduos dos demais municípios, por isso vem trabalhando insistentemente no sentido de resolver de forma definitiva e sustentável o problema dos resíduos e todos os inconvenientes hoje sentidos pela população do município de Marituba. Bom frisar que a Prefeitura, respeita a decisão judicial”.

Foram convidados para a apresentação do estudo os Prefeitos da Região Metropolitana de Belém, os presidentes das câmaras municipais e comissões de Meio Ambiente, as promotorias do Ministério Público de Belém, Ananindeua, Marituba, Santa Izabel e Santa Bárbara, além da Procuradoria Geral do Estado e das equipes técnicas das Secretarias de Meio Ambiente dos Municípios.

Serviço: A reunião de apresentação do estudo de viabilidade de solução para o tratamento e valorização de resíduos sólidos na Região Metropolitana de Belém (RMB) será nesta quarta-feira (05), às 9h, na sede do Instituto de Ensino de Segurança do Pará – IESP, localizado na Rodovia BR-316, Km 13, centro de Marituba.

Tags

lixão de marituba Marituba sustentabilidade

Comentários

*Os comentários não representam a opinião do site, a responsabilidade é do autor da mensagem.


  • in this conversation
      Media preview placeholder