PREVENÇÃO

Dia D mobiliza a população contra o sarampo em Belém

O Dia D da Campanha Nacional de Vacinação contra o Sarampo foi realizado em todo o País, neste sábado, 15. Em Belém, a ação contou com 197 postos instalados em locais estratégicos, em todos os bairros da capital paraense, e região de ilhas - Mosqueiro, Cotijuba e Combu-, no horário das 8h às 17h. Em supermercados e shoppings, a vacinação teve horário diferenciado com encerramento às 18h e às 20h, respectivamente.

Esta etapa se iniciou no dia 10 de fevereiro e seguirá até o dia 13 de março para crianças e jovens na faixa etária de 5 a 19 anos. A coordenadora do Programa Municipal de Imunizações, Nazaré Athayde, ressalta que este é o grupo mais vulnerável para a doença e alerta para a importância da imunização.  A meta da campanha é imunizar mais de 17 mil pessoas.

“Não medimos esforços para que a população, sobretudo pais e responsáveis, levem as crianças e os adolescentes para se vacinar. Estamos com aumento de casos da doença, que é de fácil contágio e com possibilidade de agravamento ou óbito”.

Praça - Na praça Batista Campos, a Secretaria Municipal de Saúde (Sesma), da Prefeitura de Belém, levou a Unidade Móvel de Vacinação para atrair a atenção de quem passava pelo local. Para o Dia D da campanha contra o Sarampo, a Sesma mobilizou cerca de 2 mil servidores.

A professora Raquel Valentim, de 49 anos, aproveitou para deixar em dia o esquema da vacina. “Tenho um filho de quatro anos e estou acompanhando a vacinação dele. Como ele já está com o esquema completo, eu vim me vacinar, porque a minha vacinação não estava. Além disso, no bairro onde moro, no Jurunas, já houve casos da doença. Por precaução, achei melhor me adiantar e buscar a prevenção o quanto antes”, contou.

Pertencente ao grupo de risco, a estudante Thayna Barroso, de 19 anos, foi à praça garantir a imunização. “Já havia tomando uma dose quando era criança e agora aproveitei para completar o esquema vacinal, pois é importante estar protegida contra a doença”. O pai da estudante, Jorge Filho, de 40 anos, destacou que já fez o alerta a todos da família. “Acompanhei as notícias pela televisão e vi que eu também precisava me vacinar. Alertei a todos da família, inclusive meu filho e minha esposa”, detalhou. 

A Unidade Móvel de Vacinação, por funcionar como uma sala de vacina de uma Unidade de Saúde, imunizou também a população até 49 anos contra o Sarampo e ofertou vacinas contra Hepatite, Tétano, HPV, Meningo C, dentre outras.

Casos - Em 2020, entre os residentes de Belém, 33 casos foram confirmados para o Sarampo e 540 seguem em investigação. No ano passado, 128 casos foram confirmados para a doença. Os bairros com maior incidência são Guamá, Jurunas, Terra Firme, Tapanã, Benguí, Itaiteua, Cidade Velha, Pedreira, Pratinha, Sacramenta, Cruzeiro, Parque Verde, Tenoné e Agulha. 

Serviço: Vacinação contra o Sarampo para crianças e adolescentes de 5 a 19 anos, até o dia 13 de março, em todas as Unidades Básicas de Saúde (UBS) com Sala de Vacinação, das 8h às 17h.

Tags

sesma

Comentários

*Os comentários não representam a opinião do site, a responsabilidade é do autor da mensagem.


  • in this conversation
      Media preview placeholder