SEGURANÇA

Guardas municipais são homenageados por apreensão de duas toneladas de entorpecentes

O apoio da Guarda Municipal de Belém (GMB) foi fundamental para que a Polícia Civil do Pará (PCPA) tivesse êxito na operação Narcos II no domingo, 16, e na segunda-feira, 17, no distrito de Mosqueiro, resultando na apreensão de mais de duas toneladas de entorpecentes, a maior registrada no Pará. Os guardas envolvidos foram homenageados nesta terça-feira, 18, com a medalha “Belém 400 anos”.

A cerimônia da honraria ocorreu na sede da Prefeitura de Belém. O prefeito Zenaldo Coutinho condecorou os 17 guardas municipais que participaram da operação com a medalha comemorativa dos 400 anos da fundação da cidade.

“A homenagem é integral a todos os homens e mulheres, e também às cadelas treinadas por nossas equipes da Guarda Municipal, pela brilhante missão cumprida junto com a Polícia Civil. A descoberta e a apreensão de duas toneladas de drogas promoveram um impacto extraordinário em nossa cidade”, destacou Zenaldo Coutinho.

Ainda de acordo com o gestor municipal, a entrega da medalha aos homenageados foi um gesto simbólico, pois haverá anotação na ficha funcional de cada um que atuou na missão. “Faremos isso pela dedicação e seriedade com que se ativeram nesta busca de proteger a sociedade. Os nossos jovens têm sido profundamente atingidos pela droga e essa resposta profissional da nossa Guarda Municipal demonstra que temos muita gente dedicada e comprometida com a cidade”, ressaltou.

Operação - A Polícia Civil do Pará, com o apoio da GMB, realizou no domingo, 16, e na segunda-feira, 17, a operação Narcos II, na qual resultou na maior apreensão de cocaína já feita no Estado. A droga foi apreendida no distrito de Mosqueiro, Região Metropolitana de Belém.

A droga estava escondida em uma chácara, na estrada do Pneu Azul, distante cerca de 20 quilômetros do centro de Mosqueiro, e parte dela só pôde ser encontrada com a ajuda de cães farejadores da Guarda Municipal, que identificaram o material enterrado no terreno da chácara.

Marcelo Lobo, de 48 anos, integrante da GMB há 18 anos, foi um dos homenageados por participar da maior apreensão de drogas no Pará. “Duas guarnições participaram da operação, sendo uma da inspetoria de Mosqueiro, e a outra, especializada em detecção de faro, com o Canil, levando as cadelas Índia, da raça labrador, e Maya, uma pastor alemão, que ajudaram no êxito da localização dos entorpecentes”, explicou ele.

A honraria recebida do prefeito de Belém, para Lobo, que foi uma satisfação: “Conseguimos impedir que drogas como essas chegassem até os jovens. E ser reconhecido com essa medalha é uma grande satisfação”.

Desde 2016, a Guarda Municipal tem trabalhado de forma integrada com as equipes do grupamento operacional, com as quatro inspetorias de base, somadas aos grupamentos táticos. Além disso, a Guarda Municipal atua em parceria com outros órgãos da segurança pública no Estado, desenvolvendo ações conjuntas.

Cães - O Grupamento de Ações Táticas com Cães (Atac) teve início com apenas cinco homens e dois cães, em 2007. Atualmente, já dispõe de um efetivo de 40 guardas e 12 cães de guarda e proteção. A missão específica é oferecer apoio às operações da GMB e cumprir as ordens de serviços expedidas pelos órgãos municipais.

Tags

guarda municipal

Comentários

*Os comentários não representam a opinião do site, a responsabilidade é do autor da mensagem.


  • in this conversation
      Media preview placeholder