Oeiras do Pará

Moradores da Resex Arióca Pruanã (PA) recebem autorização para manejo florestal

O Plano contempla uma área de aproximadamente 20 mil hectares

O sonho da legalização da atividade madeireira na Reserva Extrativista Arióca Pruanã agora é realidade. No último dia 27 de fevereiro o Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) aprovou o Plano de Manejo Florestal Sustentável (PMFS) [Portaria Nº 139, de 19 de fevereiro 2020] da Resex, localizada no município de Oeiras do Pará, nordeste do estado.  A notícia foi comemorada pelos moradores da Unidade de Conservação (UC) que há anos esperavam por essa autorização.

“Essa aprovação é uma conquista de toda a comunidade. Pois, mostra o esforço da parceria do IFT [Instituto Floresta Tropical] com a associação de moradores da Resex e todos os comunitários que abraçaram essa ideia em nome do manejo sustentável”, afirma Luiz dos Santos Tenório, presidente da Associação dos Moradores da Reserva Extrativista Arióca Pruanã (AMOREAP).

O Plano contempla uma área de aproximadamente 20 mil hectares. Segundo Marcelo Galdino, coordenador do programa Florestas Comunitárias, do Instituto Florestal Tropical, o PMFS começou a ser elaborado em 2018 a partir de uma oficina de construção de plano de manejo destinada exclusivamente para o grupo de manejadores locais, promovido pelo IFT, na Unidade de Conservação.

“Todo o processo de elaboração do documento contou com a participação da comunidade. Desde a primeira reunião até a finalização do plano, tudo foi feito de forma participativa, ouvindo os manejadores da Unidade, ICMBio e o conselho gestor da Resex”, destaca Galdino.

O Plano de Manejo é uma ferramenta fundamental para a gestão e uso sustentável da área e dos recursos naturais em qualquer atividade no interior e em áreas do entorno das Unidades de Conservação. O PMFS é o documento técnico assinado por um engenheiro florestal que norteará as atividades operacionais de exploração dos recursos naturais de uma área.

Nos PMFS as comunidades se propõem a promover o uso tradicional dos recursos naturais por meio do manejo florestal, condizentes ao modo de vida da população tradicional residente no interior da Resex. O próximo passo para garantir a exploração florestal na Resex Arióca Pruanã é a aprovação do Plano Operacional Anual (POA) e a liberação da Autorização de Exploração (Autex).

Texto: Adison Ferreira

Tags

Amazônia ICMBio Manejo Florestal Oeiras do Pará

Comentários

*Os comentários não representam a opinião do site, a responsabilidade é do autor da mensagem.


  • in this conversation
      Media preview placeholder