Pandemia

Coronavírus muda rotina de jornalista paraense em Portugal

Já há 245 casos confirmados de coronavírus em Portugal

O diretor-geral da Organização Mundial da Saúde, Tedros Adhanom Ghebreyesus, afirmou na sexta-feira (13) que o número de casos de coronavírus na Europa superou a quantidade registrada no ponto de origem da doença: a cidade de Wuhan, na província de Hubei, na China.

A Itália registra o maior número do Covid-19 fora da China, com 15 mil casos confirmados e mais de mil mortes.
Em Portugal já são 245 casos confirmados de coronavírus, anunciou neste domingo, 15, a Direção-Geral da Saúde (DGS) do país. Segundo a DGS, dos 2.271 casos suspeitos, 281 aguardam resultado laboratorial.

A jornalista paraense Isa Arnour se mudou em Dezembro do ano passado para Aveiro em Portugal, e em menos de três meses viu sua rotina e da família mudar completamente por causa do Covid 19, como é conhecido o coroavírus. 

“O governo português ainda não decretou quarentena, mas aqui onde vivo, em Sarrazola, em Aveiro, é como se já estivéssemos em quarentena. Pois, desde sexta-feira passada as aulas foram suspensas, assim como atividades em ginásios, que aqui são chamados de academias. A orientação da Freguesia onde moro é que todos fiquem em casa, evitando aglomerações e manter os cuidados com a higiene”, relata Isa Arnour. 

Ela conta que vários eventos já foram cancelados como a tradicional Feira de Março. A Câmara de Aveiro anunciou o cancelamento do evento "pelo seu elevado risco pela concentração de milhares de pessoas de muitas proveniências”. 

Os valores já pagos pela participação na Feira serão devolvidos, assim como ingressos para o Teatro Aveirense, Centro de Congressos de Aveiro, Casa da Cidadania e Centro Municipal de Interpretação Ambiental, que tiveram a programação que estava agendada até ao próximo dia 3 de abril, cancelados.

“Nossa rotina foi alterada. Estamos em casa seguindo as orientações das autoridades sanitárias” relata. “Nós viemos para cá por conta de estudos, mas agora as universidades estão fechadas e está tudo parado”, lamenta Arnour.
 
 

Comentários

*Os comentários não representam a opinião do site, a responsabilidade é do autor da mensagem.


  • in this conversation
      Media preview placeholder