CORONAVÍRUS

Prefeitura suspende provisoriamente o pagamento da licença pelos trabalhadores informais

Como forma de minimizar os prejuízos financeiros de feirantes e permissionários de mercados de Belém, ocasionados pela queda de movimento nas vendas durante o período de pandemia do novo Coronavírus, a Prefeitura de Belém, por meio da Secretaria Municipal de Economia (Secon), suspendeu por três meses a cobrança do pagamento da licença para a utilização do espaço público pelos trabalhadores informais das vias públicas, feiras e mercados municipais.

A recomendação feita na terça-feira, 24, determina a suspensão provisória do pagamento do Preço Público direcionada aos permissionários com as características de pessoas físicas, pelos meses de abril, maio e junho de 2020. Esta medida não representa renúncia de receita, já que o valor não pago nos próximos três meses de cobrança será posteriormente cobrado, de forma diluída.

“A Prefeitura de Belém entende que houve uma redução no rendimento desses profissionais, alguns, inclusive, não podem nem exercer as atividade em razão das aglomerações. Por isso, nossa função neste momento é fornecer alternativas para evitar maiores prejuízos até que tudo se normalize”, destacou o Prefeito de Belém, Zenaldo Coutinho.

Beneficiados – Segundo o Secretário Municipal de Economia, Rosivaldo Batista, essa medida deve beneficiar cerca de seis mil trabalhadores devidamente cadastrados no órgão, que regularmente pagam as licenças para atuarem nas vias públicas, feiras e mercados municipais.
 

Tags

Coronavírus secon

Comentários

*Os comentários não representam a opinião do site, a responsabilidade é do autor da mensagem.


  • in this conversation
      Media preview placeholder