Coronavírus no Pará

Índice de isolamento social no Pará chega a quase 60%

É a 8ª unidade da Federação a registrar mais pessoas fora das ruas, mantendo a prevenção ao novo Coronavírus

Com um índice de isolamento correspondente a 59,12%, o Pará esteve na sexta-feira (10) no 8º lugar no ranking de isolamento social no Brasil, ficando atrás do Piauí (61,60%), Rio Grande do Sul (61,10%), Distrito Federal (60,80%), Amapá (60,60%), Goiás (60,60%), Maranhão (60,24%) e Minas Gerais (59,24%). Os dados foram divulgados na tarde deste sábado (11), pela Secretaria de Estado de Segurança Pública e Defesa Social (Segup), por meio da Secretaria Adjunta de Inteligência e Análise Criminal (Siac). É a segunda melhor média estadual desde o início do monitoramento, perdendo apenas para o dia 5 (domingo), quando a taxa alcançou 64,60%.

Outro importante é a taxa do município de Ananindeua, na Região Metropolitana de Belém. “As pessoas ficaram mais dentro de suas casas nessa sexta-feira, e observamos positivamente a cidade de Ananindeua, que ficou com a taxa de isolamento maior do que a média nacional, com 62,1%”, informou o secretário de Segurança Pública e Defesa Social, Ualame Machado.

O software que monitora o índice de pessoas fora de suas residências está sendo utilizado nacionalmente, e não possui acesso a informações pessoais dos usuários dos telefones. As informações obtidas direcionam também a atuação das polícias, com ações de orientação e ostensividade para que todos fiquem em casa.

De acordo com o levantamento, os cinco melhores índices de isolamento - onde as pessoas passaram mais tempo em casa respeitando a quarentena -, estão nos municípios de Afuá (70,7%), no Marajó; Tracuateua (71,4%), Bragança (73,9%) e Quatipuru (74,4%), os três na região nordeste, e Chaves (76,5%), também no Marajó.

Os piores índices de isolamento estão nos municípios de São Geraldo do Araguaia (47,2%), no sudeste; Medicilândia (47,9%), no oeste; Ourilândia do Norte (47,9%), Eldorado do Carajás (49,5%) e Palestina do Pará (49,6%), os três últimos no sudeste paraense.

Descentralização - Os municípios de Marabá (no sudeste) e Santarém (no oeste) abrigarão hospitais de campanha para receber pacientes contaminados pela Covid-19. Nos dois municípios, a taxa de isolamento ficou, na sexta-feira (10), com 57,2% e 58,3%, respectivamente. “Nenhum município do Estado ficou vermelho no dia de ontem. Porém, devemos manter o cuidado e ficar em casa; não podemos relaxar. É preciso sair apenas quando necessário. Se for às compras, dê preferência para que apenas uma pessoa daquele núcleo familiar se dirija aos estabelecimentos, mantendo todas as medidas necessárias. Aproveite este tempo para ficar com a família”, ressaltou o secretário de Estado de Saúde Pública, Alberto Beltrame.

Belém e Ananindeua - Em Belém, incluindo os distritos, os bairros com as maiores taxas de concentração em casa na sexta-feira foram: Castanheira (77,3%), Una (76,6%), Maracangalha (75,8%), Souza (74,50%) e Cabanagem (73,2%).

Já os bairros onde as pessoas desobedeceram à recomendação de ficar em casa, registrando um baixo índice de isolamento, foram: Pratinha (39,2%), Val de Cães (40,4%), Maracacuera (40,7%), Cruzeiro (43,50%) e Águas Negras (44%).

Em Ananindeua, os melhores índices foram registrados nos bairros Atalaia (78%), Guanabara (74,4%), Jiboia Branca (71,5%), Coqueiro (71,1%) e Jaderlândia (70,8%), enquanto os piores foram nos bairros Júlia Seffer (27,7%), Águas Lindas (41,3%), Heliolândia (50,7%), Aurá (53,8%) e Icuí-Laranjeira (53,8%).

De acordo com análise feita pela Siac, o bairro Maracacuera, na capital, esteve entre os que mais registraram deslocamento de pessoas. Isso se deve, segundo o estudo, à presença de empresas e portos na área, e ao fato de o bairro ser via de acesso às praias de Icoaraci e Outeiro.

Índices de isolamento por bairro em Belém (10 de abril)

Melhores

Castanheira (77,3%)

Una (76,6%)

Maracangalha (75,8%)

Souza (74,50%)

Cabanagem (73,2%)

Piores

Pratinha (39,2%)

Val de Cans (40,4%)

Maracacuera (40,7%)

Cruzeiro (43,50%)

Águas Negras (44%).

Índices de isolamento por bairro em Ananindeua (10 de abril)

Melhores

Atalaia (78%)

Guanabara (74,4%)

Jiboia Branca (71,5%)

Coqueiro (71,1%)

Jaderlândia (70,8%)

Piores

Júlia Seffer (27,7%)

Águas Lindas (41,3%)

Heliolândia (50,7%)

Aurá (53,8%)

 Icuí-Laranjeira (53,8%).

Tags

Coronavírus segup

Comentários

*Os comentários não representam a opinião do site, a responsabilidade é do autor da mensagem.


  • in this conversation
      Media preview placeholder