Saúde na Amazônia

Inverno amazônico aumenta incidência de doenças oportunistas junto ao segmento infantil

Referência na assistência de média e alta complexidade, o Hospital Regional Público do Marajó (HRPM), oferece várias especialidades para seus usuários, entre elas, a Pediatria, que vem recebendo muitas crianças com doenças decorrentes das intensas chuvas do inverno amazônico, que não elevam apenas o a unidade do ar e a quantidade do volume de água, mas sobretudo, as doenças ocasionais, entre elas, as respiratórias, doenças virais e processos alérgicos, que afetam a população, especialmente, os pequenos usuários.

De acordo com a diretora Clínica, Karem Salmão, o período chuvoso da região Norte também é responsável por doenças transmitidas pela água, principalmente as infeciosas, diarréias, gastrointestinais e febre tifoide. A prevenção pode ser feita desde a higienização das mãos, manter a qualidade dos  alimentos e consumir de forma adequada ao cozinhar bem.

Dra. Karem Salmão, diretora Clínica do Hospital Regional Público do Marajó (HRPM)

A médica alerta ainda para evitar certos hábitos que boa arte da população infantil da região que costuma brincar nas famosas enchentes nos rios. “ O que podemos tirar disso tudo é a necessidade da higienização das mãos, manter o corpo limpo e evitar contato com a água da chuva”, disse a médica.

Ela observou ainda a importância da prática de ferver sempre a água para sua ingestão, evitar mofo e proporcionar ambiente arejado e sem umidade às crianças, principalmente, no espaço onde elas dormem. “Neste inverno amazônico, Infelizmente, os ribeirinhos são os mais afetados pelas doenças oportunistas”, disse a médica.

Residente no Rio Curumu, Distrito de Breves, o produtor rural, Benedito Alves Bezerra, acompanha seu filho S.A.D, de 1 ano e meio, internado no HRPM, desde o dia 12 de fevereiro, para tratar de pneumonia. Sua assistência seguiu o fluxo normal, ao dar entrada na UPA, depois encaminhado para Hospital Municipal para, em seguida, ser regulado para atendimento no regional, devido agravamento do quadro de saúde.

O pequeno S.A.D, faz parte dos pequenos usuários atendidos no primeiro trimestre deste ano que somou 455 atendimentos Ambulatoriais em Pediatria, 25 internações entre as Unidades de Terapia Intensiva (UTI´s) Neonatal e Pediátrica.

‘’Essa doença é muito séria. Agora ele está aqui no Regional. Graças a Deus, bem melhor. Os médicos estão fazendo um atendimento muito bom. Só tenho a agradecer primeiramente, a Deus, e segundo a equipe toda. Não temos do que reclamar, me sinto feliz em ter um socorro bom desse aqui na nossa região aqui no Marajó e na cidade de Breves”. O menor ainda encontra-se internado em tratamento com evolução positiva de seu estado de saúde.

Além do atendimento ambulatorial, o HRPM oferece ainda  leitos na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) Neonatal e Pediátrica.

Serviço - O Hospital Regional Público do Marajó é uma unidade do Governo do Pará que oferece assistência de média e alta complexidade, é referência em várias especialidades na assistência a usuários do Sistema Único de Saúde (SUS), e dispõe de atendimento ambulatorial de segunda a sexta-feira, das 7 às 17h. O hospital está localizado na Avenida Rio Branco, 1.266, Centro, na sede municipal de Breves. Mais informações: (91) 3783-2140/ 2127.

Tags

Amazônia Breves Marajó Saúde

Comentários

*Os comentários não representam a opinião do site, a responsabilidade é do autor da mensagem.


  • in this conversation
      Media preview placeholder