Prevenção ao coronavírus

Moradores de vila pesqueira, em Bragança, improvisam barreira para evitar entrada de visitantes

Eles querem evitar que o coronavírus chegue até a vila, que ainda não registrou casos da doença. Na comunidade não existe Unidade Básica de Saúde

Moradores da Vila do Castelo,  no municipio de Bragança, nordeste do Pará, improvisaram uma barreira sanitária para evitar que visitantes entrem na comunidade. O objetivo é conter o avanço da pandemia do novo coronavírus no local, que não possui Unidade Básica de Saúde (UBS). 

Conhecido como um importante polo pesqueiro da região, o distrito faz parte da Reserva Extrativista Marinha de Caeté-Taperaçu. A barreira foi criada depois que a comunidade percebeu que, mesmo com a recomendação de isolamento social, a vila continuava recebendo visitantes, sem nenhuma restrição. 

"A decisão de fechar o acesso da vila foi dos proprios moradores, que se sentem ameaçados pela pandemia e não possue nenhuma estrutura de saúde na comunidade. A UBS mais próxima fica numa comunidade distante, são cerca de 10 quilômetros da vila, " explica uma moradora, que prefere não ter a identidade revelada.

Um portão de madeira construido na entrada da comunidade, limita o acesso à vila de pescadores.  Moradores se revezam na estrutura improvisada com galhos e corda para orientar os motoristas que chegam ao local. Só é permitida a entrada de nativos ou de condutores de veículos que transportam produtos essenciais como alimento ou remédio. 

A Vila do Castelo é um importante polo pesqueiro da região bragantina.

 

De acordo com o pescador Josenilson Pereira, uma das lideranças locais, a medida tem o apoio de toda a comunidade.  “Nossa vila é pequena e a gente não tem estrutura para uma doença dessa. Cada um tem que fazer a sua parte. Não dá para esperar pelas autoridades", explica o pescador.

Segundo a Prefeitura de Bragança, na comunidade não foi registrado nenhum caso da doença até esta quarta-feira (29). Em nota, a prefeitura afirmou ainda que a barreira improvisada é obra dos próprios moradores e até o momento não foi feita solicitação de barreira sanitária para o local. De acordo com o último boletim epidemiológico da Secretaria Municipal de Saúde, já são 35 casos confirmados de Covid-19 na cidade. 


 

Tags

Barreira sanitária Bragança comunidade Covid-19 pandemia Vila de pescadores

Comentários

*Os comentários não representam a opinião do site, a responsabilidade é do autor da mensagem.


  • in this conversation
      Media preview placeholder