AVALIAÇÃO

Zenaldo Coutinho participa de reunião com Ministério Público e Defensoria

Na manhã desta quinta-feira, 21, o prefeito de Belém, Zenaldo Coutinho, participou de reunião por videoconferência com representantes dos Ministérios Públicos do Estado do Pará, Federal e do Trabalho, Defensoria Pública do Estado, titulares da Secretaria Municipal de Saúde (Sesma) e da Fundação Papa João XXII (Funpapa) e profissionais dos setores de regulação e epidemiologia do município que avaliou as ações de combate à covid-19.

“Essa é uma reunião para compartilhar o momento que estamos vivendo. A partir da redução nos números de atendimentos, pelas diversas ações feitas ao longo dos meses pela Prefeitura e a partir de conversa com a equipe da saúde, nos estimulamos a iniciar outra avaliação, do ponto de vista social e econômico”, disse o prefeito.

Zenaldo Coutinho destacou, ainda, o diálogo com todos. “Estou tendo o cuidado de conversar com todos para ampliar o diálogo inclusive com o Estado, já que não podemos fechar os olhos para o interior”. Durante a conversa foi destacada a procura de pessoas do interior do Pará por atendimentos na capital e, com isso, a possibilidade de um novo aumento de busca às unidades municipais.

A capital paraense já apresenta diminuição nos números de atendimento de pacientes. Enquanto em março, nos dias 15, 16 e 17, houve 4.365 atendimentos, em abril, nos dias 10, 11 e 12, os atendimentos caíram para 3.874, e em maio o número baixou para 1.894 atendimentos. Os dados são das unidades do município, que mantém cinco Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) em atividade.
O diálogo com os representantes do Ministério Público e Defensoria deve ser permanente para o acompanhamento das ações do município no enfrentamento ao novo coronavírus na capital.

Estrutura – Desde o início da pandemia, a Prefeitura estruturou ainda mais as UPAs e os prontos-socorros. A Prefeitura entregou e colocou em funcionamento, no dia 5 deste mês, a nova UPA do Jurunas, que atende casos de urgência e emergência de baixa e média complexidade. Funcionando 24 horas, a unidade conta com 20 leitos, dois leitos de urgência completos, seis consultórios clínicos, três salas de isolamento, consultório odontológico e é equipada com raio-x e eletrocardiograma.

A UPA do Jurunas é mais um reforço ao sistema de saúde pública que a Prefeitura ampliou nos últimos anos, graças ao aumento nos investimentos do setor.

Com os investimentos feitos nos últimos anos, Belém pode oferecer uma ampla estrutura dedicada ao novo momento. A gestão abriu o Hospital Dom Vicente Zico, com mais de 60 novos leitos, referência no atendimento aos pacientes com covid-19; dispõe de dois modernos prontos-socorros, ampliados e mais bem equipados, o da 14 de Março e o do Guamá, e de 5 UPAs: Icoaraci, Sacramenta, Terra Firme, Marambaia e Jurunas, linhas de frente no atendimento aos afetados pelo novo coronavírus.

A Prefeitura construiu, também, um abrigo no Tapanã para acolher os 500 indígenas Warao emigrados da Venezuela, com alimentação, atenção médica, esportes e educação para as crianças, e equipou o Ginásio Altino Pimenta para abrigar 150 moradores em situação de rua, com sintomas leves da covid-19. As pessoas assintomáticas são encaminhadas para o Centro POP, da Funpapa, em São Brás.

Tags

Coronavírus funpapa sesma

Comentários

*Os comentários não representam a opinião do site, a responsabilidade é do autor da mensagem.


  • in this conversation
      Media preview placeholder