RECONHECIMENTO

Enfermeiros e assistentes sociais do Hospital Dom Vicente Zico são homenageados

Cumprir com responsabilidade profissional diante de um cenário de pandemia jamais visto. Foi com esse sentimento que dezenas de enfermeiros, técnicos de enfermagem e assistentes sociais se reuniram na manhã desta sexta-feira, 22, no espaço administrativo do hospital municipal de retaguarda Dom Vicente Zico, localizado no bairro do Marco, para receber as homenagens da direção da unidade.

O Hospital é referência para o tratamento da Covid-19 na capital e, somente em um mês com as portas abertas, recebeu 150 pacientes. Logo no início deste mês, registrou 37 altas em tratamento para o novo Coronavírus.

A programação comemorativa foi composta de exibição de vídeo sobre a atuação dos mais de 100 profissionais que atuam no hospital, o oferecimento de um café da manhã e as entregas de brindes e dezenas de medalhas aos colaboradores que atuam no local, sendo que do total de profissionais, 20 acusaram positivo à Covid-19. A maioria já está recuperada.

“Ainda não está sendo fácil essa batalha. Nos momentos difíceis, nos encorajamos como profissional e hoje, graças a Deus, podemos contar com uma redução nos casos, sabendo que ainda não é um quadro que gostaríamos, mas é um caminho. Por isso, pedimos que a população continue ajudando a administração, e mantenha os cuidados em lavar as mãos, evitando as aglomerações e utilizando o álcool em gel”, destacou Odete Vieira, enfermeira, que há 18 anos atua na rede municipal de saúde e dirige o hospital Dom Vicente Zico.

Humanização - Com uma grande demanda e a necessidade de respostas às famílias dos pacientes em tratamento para a Covid-19 dentro do processo de humanização do serviço público, a frente de atendimento do Serviço Social do hospital Dom Zico foi reforçada. Além da atenção no acolhimento de pacientes e de familiares, a direção conta ainda com o serviço de videochamada destinado à comunicação entre os internados e às famílias, mediado pelos profissionais da área da Assistência Social.

Adrielly Rayol, coordenadora do Serviço Social do Hospital Dom Zico, foi uma das agraciadas com uma medalha em momento de muita emoção. Sob lágrimas, a profissional falou dos momentos críticos já vividos. “O peso da responsabilidade é grande, a própria cobrança é também muito grande, mas a certeza é que estou fazendo o meu melhor. Todos estamos nos dedicando e a recompensa vem nos resultados. Fico feliz em ser útil”, enfatizou a assistente social.

Simone Freire, também assistente social, e vivendo a primeira experiência profissional, se diz satisfeita pelo reconhecimento da direção, mas sabe o tamanho da responsabilidade que tem. “É um desafio muito grande, primeiro por conta da pandemia, pois nosso inimigo é invisível, mas aqui no Dom Zico me sinto segura com a equipe multiprofissional. Aqui é uma família, mas confesso que quando cheguei estava com muito medo e com o apoio dos demais, eu me tornei segura”, assegurou Simone, formada há três anos.

A programação comemorativa homenageou os 120 técnicos em enfermagem, 37 enfermeiros e seis assistentes sociais com atuação nos plantões do hospital de retaguarda. O enfermeiro José Renan de Jesus, de 35 anos e 15 de profissão, lembra dos dilemas da atividade profissional, o aspecto familiar e componente emocional considerados durante a rotina de trabalho. “Nesses momentos, não apenas nossa atuação é importante, mas a do psicólogo e do assistente social, sobretudo na relação dos familiares com os profissionais nesse período de internação”, avaliou o enfermeiro. 

Ainda de acordo com o enfermeiro, em relação à família, ele também precisou se adequar. “Eu acabei me isolando, pois minha esposa e filho estão para o interior há dois meses, foi preciso. Ficamos meio abalados em alguns momentos, mas é necessário estarmos em distanciamento”, afirmou. 

A coordenadora de Enfermagem, Siane Reis, ressaltou a importância do momento. “Nos reunimos para que todos fossem homenageados, da enfermagem e do serviço social, todos da assistência prestada a esses pacientes. Homenageamos profissionais que foram infectados e que já estão em recuperação. Programamos este momento para motivar a equipe, pois somos profissionais, mas temos familiares, temos nossas preocupações e receios. É uma programação de incentivo e valorização”, opinou.
 

Tags

Coronavírus

Comentários

*Os comentários não representam a opinião do site, a responsabilidade é do autor da mensagem.


  • in this conversation
      Media preview placeholder