Meio Ambiente

Meio ambiente é onde vivemos e tudo o que nos rodeia

Dia Mundial do Meio Ambiente chama a atenção para o que estamos fazendo com a natureza

Nesta sexta-feira, 5 de junho, se comemora o Dia Mundial do Meio Ambiente. Mas a primeira semana do mês é dedicada a discussão sobre os problemas e soluções do tema que estão diretamente ligado ao nosso dia a dia. Segundo especialistas do tema, meio ambiente é onde vivemos e tudo o que nos rodeia.

Nesses tempos de pandemia do novo coronavírus, muitas pessoas para ocupar o tempo ocioso dentro de casa passaram a dar mais importância para aquele pequeno jardim que, muitas das vezes, ficava esquecido no fundo do quintal, ou nas sacadas dos apartamentos.

Os psicólogos até incentivam, principalmente os idosos, dar mais atenção ao seu meio ambiente, como forma de melhorar a saúde mental que fica bastante abalada com o distanciamento social.

Em uma entrevista para uma emissora de TV local, a cantora paraense Juliana Sinimbu contou que com o distanciamento social passou a dar mais atenção as plantas que enfeitam a sacada do apartamento onde mora. Ela rega, aduba e se sente aconchegada ao se balançar na rede respirando o ar puro.

Muitas pesquisas mostram que o meio ambiente teve ganhos significativos com a advento da Covid-19 que se disseminou pelo planeta causando a morte de milhares de pessoas e contaminando milhões de seres humanos em todos os continentes.

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS) a baixa atividade humana dos últimos meses gerou uma série de consequências e impactos, e que para o meio ambiente, muitas dessas mudanças foram positivas.

O professor do Programa de Pós-graduação em Ecologia, da Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF), Fabrício Alvim Carvalho, afirmou em entrevista publicada em um portal na internet que as medidas de quarentena são positivas não só para a sociedade, mas para a fauna e flora silvestres.

“É nítida a diminuição da exposição humana à poluição ambiental; consequentemente, diminui-se também os problemas respiratórios relacionados. De certa maneira, também é positivo para a fauna silvestre, igualmente exposta a essas elevadas concentrações de gases”, observou.

Na Índia, um dos países mais populosos do mundo, que também sofre com a Covid-19, se verificou uma mudança significativa na qualidade do ar, que melhorou cerca de 33% entre os dias 16 e 27 de março, segundo o Conselho Central de Controle de Poluição da Índia (CPCB). O país, com aproximadamente 1,4 bilhão de habitantes, segue a política de quarentena desde o dia 22 de março.

O fenômeno também é sentido ao redor do mundo. A Agência Espacial Europeia (ESA) detectou ainda uma redução de dióxido de nitrogênio (NO2), composto químico que contribui para a poluição atmosférica e para a chuva ácida. O NO2 é resultado de emissões de carros e outros processos industriais.

Para os pesquisadores o isolamento social adotado para conter o avanço da pandemia tem está mostrando efeitos benéficos ao meio ambiente.

O biólogo marinho pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e presidente do Aquário Marinho do Rio, o AquaRio, Marcelo Szpilman cita alguns exemplos. “Muitas imagens mostram mares, rios e canais mais claros, com peixes e tartarugas, como em Veneza. A cidade turística italiana viu a flora marinha voltar com a redução do turismo”, observou.

Tags

Coronavírus Dia Mundial do Meio Ambiente Meio Ambiente

Comentários

*Os comentários não representam a opinião do site, a responsabilidade é do autor da mensagem.


  • in this conversation
      Media preview placeholder