Colaboração e tecnologia

Hydro reforça compromisso com a sustentabilidade no Dia Mundial do Meio Ambiente

Parcerias estratégicas e investimentos em pesquisa e tecnologia impulsionam os esforços para tornar as operações da empresa cada vez mais sustentáveis.

O Dia Mundial do Meio Ambiente, comemorado hoje (dia 5 de junho), é uma oportunidade de reflexão e conscientização sobre a importância da preservação ambiental e as práticas de sustentabilidade. A Hydro aproveita a data para refletir junto com os seus empregados sobre suas práticas de preservação do Meio Ambiente e da biodiversidade. Todos os anos, a empresa realiza uma semana de atividades especiais para promover essa reflexão. Na Semana de Meio Ambiente de 2020, a Hydro convoca a todos a fazerem a sua parte pela Natureza, inspirada pelo tema “Biodiversidade”, proposto pela Organização das Nações Unidas (ONU), que estabeleceu o dia 5 de junho como Dia Mundial do Meio Ambiente no ano de 1972.

O compromisso com o uso sustentável dos recursos e a preservação ambiental é uma prática diária nas operações da empresa, mas este ano os empregados serão convidados a olhar para os seus compromissos individuais, sobre o que cada um pode fazer no seu dia a dia para contribuir com o planeta.  A empresa é signatária do Pacto Global das Nações Unidas, que tem objetivo de mobilizar a comunidade empresarial internacional para a adoção, em suas práticas de negócios, de valores fundamentais e internacionalmente aceitos em diversas áreas, sendo o meio ambiente uma delas.

O investimento em tecnologias sustentáveis para suas operações faz parte da estratégia de negócios da Hydro, assim como o compromisso de desenvolver e apoiar iniciativas que contribuam para um mundo mais sustentável e para a manutenção da biodiversidade. O próprio alumínio está em linha com este propósito. Sua leveza e o fato de ser infinitamente reciclável são algumas das principais características que o tornam uma opção ecologicamente correta em diversos setores.

“A Hydro é consciente de seu compromisso com o desenvolvimento sustentável de longo prazo. Temos estabelecido um relacionamento cada vez mais próximo com as comunidades locais, com as autoridades e com as universidades e centros de pesquisa para atuarmos em linha com os anseios da sociedade Estamos sempre buscando técnicas e soluções para que as nossas operações sejam ainda mais sustentáveis e responsáveis.”, afirma Domingos Campos, diretor de Sustentabilidade da Hydro.

Pesquisa e Tecnologia em prol da sustentabilidade

A Mineração Paragominas tem sido um laboratório para análises técnicas e científicas voltadas ao aperfeiçoamento de técnicas de recuperação florestal de áreas mineradas. Com 2.300 hectares reabilitados até o momento, a mina é o ambiente para estudos desenvolvidos por pesquisadores do BRC - Biodiversity Research Consortium (Consórcio de Pesquisa em Biodiversidade Brasil - Noruega), composto pela Universidade Federal do Pará (UFPA), da Universidade Rural da Amazônia (UFRA), do Museu Paraense Emilio Goeldi, da Universidade de Oslo (UiO) e profissionais da Hydro. O objetivo maior deste projeto é alcançar o “estado da arte” em reabilitação ecológica e ambiental de áreas mineradas, fomentando a educação e a pesquisa de alto impacto acadêmico e relevância científica.

Ainda no Pará, a Hydro investiu mais de R$ 1 bilhão, desde 2014, no mais avançado sistema de tratamento e armazenamento de resíduos da produção de alumina. A refinaria da Hydro em Barcarena, a Alunorte, foi pioneira na utilização da tecnologia dos Filtros Prensa em larga escala no Brasil. Os filtros geram um material seco, com cerca de 78% de sólidos, percentual ótimo para compactação. Em paralelo, a Alunorte desenvolveu o Depósito de Resíduos Sólidos 2 (DRS2) especialmente para receber o resíduo seco. A solução integrada aumenta a segurança e reduz o tamanho da área necessária para a disposição dos resíduos tratados. Mais recentemente, a refinaria investiu também na ampliação da capacidade de gestão de efluentes com a nova Estação de Tratamento de Efluentes Industriais (ETEI) que entrou em operação este ano. O investimento de R$ 670 milhões contribui para preparar da unidade para futuras mudanças climáticas, garantindo o tratamento e o armazenamento de água. Com a modernização, o sistema opera com 23 novas bombas, alcançando uma capacidade de tratar 14.500 metros cúbicos de água por hora, o equivalente a seis piscinas olímpicas.

Tags

hydro sustentabilidade

Comentários

*Os comentários não representam a opinião do site, a responsabilidade é do autor da mensagem.


  • in this conversation
      Media preview placeholder