RETOMADA ECONÔMICA

Prefeitura fiscaliza reabertura de shopping centers em Belém

O Comitê de Segurança Municipal, formado pela Ordem Pública, Guarda Municipal e Superintendência Executiva de Mobilidade Urbana (SeMOB), fiscalizou os shoppings de Belém, que reabriram às 12h deste sábado, 6, como parte do plano de retomada econômica do município. 

O objetivo da ação foi verificar se os estabelecimentos estavam cumprindo as medidas sanitárias e adequações necessárias para a reabertura. Dentre as exigências estão o distanciamento entre pessoas e uso obrigatório de máscaras e álcool em gel, para evitar a proliferação do novo Coronavírus na cidade.

A reabertura dos shopping centers e salões de beleza foi autorizada no decreto nº. 96.418/2020, publicado na última sexta-feira, 5, que altera o de nº 96.340, de 25 de maio de 2020, que dispõe sobre as medidas de distanciamento social controlado.  Em conformidade com o plano de retomada econômica, os shoppings ficaram autorizados a funcionar das 12h às 20h.

A ação iniciou na avenida Padre Eutíquio, em frente ao shopping situado naquela área. No local, ambulantes que estavam aglomerados foram orientados a saírem do espaço, e os que permaneceram tiveram que respeitar o distanciamento. Os vendedores de alimentos foram orientados sobre a proibição dos clientes consumirem no local. “Iniciamos a fiscalização na Padre Eutíquio, porque sempre teve muitos ambulantes e, realmente, quando chegamos aqui, já estava lotado. Então organizamos eles", disse a coordenadora da Ordem Pública, Elizete Cardoso.

Público - Antes das 11h, uma grande fila de pessoas se formou aguardando a abertura do shopping, que só pôde permitir a entrada de 50% da capacidade de clientes. E, para entrar, era verificada a temperatura. Além disso, as escadas rolantes receberam marcações nos degraus para que os clientes mantenham a distância de um metro.

"No shopping eles estão com os aparelhos para verificar a temperatura das pessoas, mas eles não estão tendo o controle para que loja elas vão. Deixam entrar, quando a gente vê, já estão aglomeradas. Avisamos que cada pessoa deve ficar em cima da marca feita no chão, que mede o distanciamento social, e, o restante das pessoas, retorna para a fila fora do shopping, quando uns saírem, os outros entram. Assim a gente consegue manter o ordenamento e evita aglomeração”, explicou a coordenadora.

Decreto – Não estão autorizados a funcionar bares, restaurantes, lanchonetes e similares, localizados dentro de shoppings, esses permanecerão fechados para atendimento ao público, podendo funcionar apenas o modo delivery dos alimentos.
Elizete Cardoso explicou ainda, que a ação deste sábado foi de orientação para lojistas e clientes, com o objetivo de manter o funcionamento das lojas, mas respeitando os protocolos e preservando vidas.

"Foi publicado o decreto com protocolos que cada loja deve obedecer. Como hoje foi o primeiro dia de reabertura e tem muita gente ansiosa, orientamos, mas quem desobedecer às regras, terá a loja notificada. Se na próxima fiscalização continuar da mesma forma, a loja será multada ou fechada. Os empregos precisam ser retomados, a economia precisa ser gerada, mas nós também temos a preocupação com a saúde pública, para não voltarmos ao colapso", completou a coordenadora.

A doméstica Raquel Pereira, que observava a ação dos agentes enquanto aguardava na fila para acessar ao shopping, aprovou o trabalho da prefeitura. “Essa fiscalização é fundamental. Têm pessoas que ficam chateadas, mas elas precisam entender que isso é para a nossa segurança. Eu passei pelo comércio e vi que muitas pessoas não têm cuidado. Tem gente que não tem necessidade de sair de casa, eu tô aqui porque precisei comprar umas coisas, mas têm pessoas que vêm passear. Isso é um absurdo. Nós precisamos colaborar, pois se todas as lojas fecharem novamente, como vamos sobreviver?”, ressaltou.

Centro comercial – No início da manhã deste sábado, 5, equipes do Comitê de Segurança Municipal deram continuidade às ações de fiscalização no centro comercial de Belém. As fiscalizações vêm sendo realizadas desde a segunda-feira, dia 1, e já resultou na vistoria de mais de 150 lojas, seis pessoas multadas por não usarem máscara e 15 empresas multadas por excesso de pessoas no seu interior. A Guarda Municipal também realiza rondas e abordagens para combater a criminalidade nesses locais. 

No distrito de Mosqueiro, a GMB também realizou ações de fiscalização no comércio da ilha. Ao todo, 81 lojas foram vistoriadas. “A prefeitura faz a parte dela. Temos a preocupação com o desemprego, mas se as pessoas não fizeram a parte delas, será difícil para a prefeitura conseguir sozinha. Então, todos precisam colaborar”, finalizou Elizete Cardoso.
 

Tags

Coronavírus guarda municipal semob

Comentários

*Os comentários não representam a opinião do site, a responsabilidade é do autor da mensagem.


  • in this conversation
      Media preview placeholder