REFORMA

Nova lona do Ver-o-Peso passa por teste de resistência

Neste domingo, 7, uma equipe técnica da Prefeitura de Belém acompanhou de perto a etapa de tensionamento e teste de resistência das novas lonas do mercado do Ver-o-Peso, após a substituição do material que sofreu danos por atos de vandalismo. Para realizar o serviço, os funcionários da empresa responsável pela fabricação e instalação da lona trabalhavam andando sobre ela, mostrando a resistência ao peso. 

A secretária municipal de Urbanismo, Annete Klautau, acompanhou o trabalho e garante que a prefeitura também submeterá o material ao Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro) para atestar a qualidade. “Depois dos questionamentos sobre a resistência da lona, a Secretaria de Controle, Integridade  e Transparência está providenciando a perícia no material. Além disso, estamos aqui intensificando a fiscalização da qualidade do serviço de substituição e tensionamento da lona e exigindo testes que todos nós pudéssemos ver in loco”, destaca a titular da Secretaria Municipal de Urbanismo (Seurb).  

O tensionamento é a fase final de instalação da lona e consiste em esticá-la com cabos de aço que imprimem uma força de cerca de uma tonelada, o que garante o posicionamento definitivo da lona, proporcionando resistência a forças externas. 

Segundo a secretária, a lona é fabricada com material com qualidade três vezes maior do que a antiga, com durabilidade de até oito anos, resistência antichama e capacidade de reduzir o calor embaixo dela. “A lona, antes de sair do galpão de montagem, também passa por testes de resistência, e aqui acabamos de aplicar um teste de fogo e resistência a força manual de dois homens, e vimos que ela não rasga, não propaga o fogo e não derrete a alta temperatura. Além disso, ela garante um melhor conforto térmico. A temperatura embaixo dela está em torno de 27 graus, às 8 horas da manhã, enquanto que na antiga é de 38 graus”, explica Annete Klautau. 

Substituição - A lona precisou ser substituída essa semana, depois ser danificada (cortada) por episódios de vandalismo. Nesta primeira etapa, foram posicionados 1.300 metros quadrados de lona sobre o setor de industrializados. A fase de tensionamento deve levar em torno de 15 dias para o posicionamento definitivo da lona. Para finalizar o serviço, faltará, ainda, a colocação das cúpulas de exaustão. Essa substituição não terá ônus para a prefeitura. 

Após esta primeira etapa, a instalação da nova lona passa para o setor de alimentação. Ao todo, cerca de 14 mil metros quadrados de lonas serão trocadas em todos os setores do mercado. 

Remanejamento - Durante o processo de instalação da lona, os feirantes foram orientados, pela Secretaria Municipal de Economia (Secon) a transferirem suas atividades, temporariamente, para a feira provisória, construída especificamente para este fim. Mas, alguns deles se recusaram ao remanejamento e permanecem no local mesmo com os serviços ainda não concluídos.
 

Tags

secon seurb

Comentários

*Os comentários não representam a opinião do site, a responsabilidade é do autor da mensagem.


  • in this conversation
      Media preview placeholder