OPERAÇÃO

Agentes da Prefeitura de Belém fiscalizam 33 restaurantes da ilha do Combu

Agentes do Comitê de Segurança Municipal percorreram neste sábado (13), 33 restaurantes da ilha do Combu. A ação foi realizada para conscientizar empresários sobre o protocolo de medidas do plano de retomada econômica e dar recomendações para a prevenção da disseminação da Covid-19.

Segundo a coordenadora da Ordem Pública Municipal, Elizete Cardoso, os fiscais apresentaram aos empresários a cartilha do plano de retomada da economia. A ação foi realizada após a Prefeitura de Belém receber denúncias de que alguns restaurantes estavam funcionando normalmente na ilha.

“Para não pairar nenhuma dúvida, viemos trazendo o informativo, com os protocolos, responsabilidades e proibições de tudo que pode e o que não pode funcionar. Ainda não foi aberto para restaurantes e bares”, explicou Elizete.

O plano aborda a retomada gradual e progressiva das atividades econômicas, seguindo critérios e dados epidemiológicos de enfrentamento à Covid-19, a partir de um monitoramento constante da situação pandêmica e da capacidade assistencial, além de orientar os cidadãos por meio de protocolos gerais e especificos que definem comportamento a ser adotado, tanto para o empregador, como para o trabalhador ou cidadão.

Durante a fiscalização nos restaurantes os proprietários foram orientados a utilizar máscara e coibir a aglomeração nesse momento como medida de proteção. “É importante que a gente respeite as determinações para manter a saúde das pessoas e evitar a propagação do novo Coronavírus”, disse Luiz Saboia, engenheiro civil e proprietário de um restaurante na ilha.

E para que o órgão fiscalizador possa dar cumprimento ao Decreto Municipal 96.378, o apoio de órgãos parceiros se torna fundamental. “Estamos nessa operação em conjunto com o Grupamento Fluvial da Policia Militar para manter a segurança da Ordem pública”, destacou o inspetor Eduardo Melo, da Guarda Municipal de Belém.

Para Prazeres dos Santos, administradora do restaurante Saudosa Maloca, que há 38 anos trabalha recebendo visitantes na ilha, é de extrema importância a conscientização que o Comitê de Segurança está realizando: “Acho fantástico o trabalho que eles estão desenvolvendo para que juntos possamos superar esse período”.

O Comitê de Segurança do Município, formado pela Ordem Pública Municipal, pela Superintendência Executiva de Mobilidade Urbana de Belém (SeMOB) e pela Guarda Municipal de Belém, garante que as fiscalizações vão continuar nas ilhas, bairros da capital e distritos.

Tags

Coronavírus guarda municipal Ordem Pública semob

Comentários

*Os comentários não representam a opinião do site, a responsabilidade é do autor da mensagem.


  • in this conversation
      Media preview placeholder