OBRA

Produção das estruturas do novo trapiche de Outeiro segue acelerada

A produção das primeiras estruturas de concreto e do novo flutuante do novo trapiche do bairro da Brasília, em Outeiro, seguem aceleradas. Nesta segunda-feira, 15, a Prefeitura de Belém, por meio da Administração Regional do Outeiro (Arout), foi conferir o andamento da produção dos pré-moldados de concretos e da nova balsa no canteiro de obras da empresa Paulo Brígido Engenharia, vencedora da licitação da obra, no bairro Tapanã, em Belém.

O investimento, de R$ 872.333,06, foi autorizado no último mês de abril pelo prefeito de Belém, Zenaldo Coutinho, e beneficiará milhares de pessoas que fazem a travessia de barco do trajeto entre os distritos de Outeiro e Icoaraci. “O trapiche da Brasília faz parte da história de Outeiro. E é com muita alegria que em breve vamos entregar um novo trapiche de concreto com flutuante novo”, destacou Felipe Gonçalves, administrador regional do Outeiro.

No local da visita, no Tapanã, em Icoaraci, homens e máquinas trabalham aceleradamente na produção dos pré-moldados e da nova balsa flutuante.
Segundo Wendel Zeferino, engenheiro responsável pela obra, os avanços são grandes. “Para iniciar o processo de construção do novo trapiche da Brasília, realizamos primeiramente os estudos da área com batimetria, topografia e sondagem, para podermos iniciar o processo de produção de pré-moldados de concreto. Esse material está sendo feito no pátio operacional da empresa e logo mais será levado até Outeiro”, contou o engenheiro.

Aprovação - Com lindas praias e belos balneários, a ilha de Caratateua é muito visitada principalmente durante o período de veraneio. Quem busca economizar tempo e dinheiro, tem a travessia de barco de Icoaraci até Outeiro como boa opção. Sandra Mesquita, 40 anos, moradora do bairro, aproveita o transporte rápido com frequência e aprovou a obra. “De barco, saindo do trapiche, conseguimos chegar em Icoaraci bem rápido. A viagem dura cerca de cinco minutos. Como moradora, fico agradecida pelo olhar carinhoso do prefeito. Outeiro agradece mais esse investimento”, disse.

Segundo Deiziane Pinto, 25 anos, que também é moradora da Brasília, a obra vai beneficiar muitas famílias que utilizam o barco. “Há muito tempo utilizamos o barco como meio de transporte. A viagem feita por coletivo demora muito. É uma grande volta pela ilha. Por aqui é rápido”, afirmou.

Tags

arout

Comentários

*Os comentários não representam a opinião do site, a responsabilidade é do autor da mensagem.


  • in this conversation
      Media preview placeholder