Sob controle

Barcarena anuncia controle do coronavírus

Depois de experimentar os piores dias da pandemia da covid-19, com ocupação total de leitos, segundo o prefeito Paulo Alcântara, o município de Barcarena vive hoje uma situação “confortável” no enfrentamento da doença.

Os dois principais hospitais do município, UPA 24h e Wandick Gutierrez, estão com taxa zero de internação. São 62 leitos disponíveis, assim como todos os respiradores. Há pouco mais de 30 dias, a prefeitura montou um hospital de campanha, com recursos próprios, para servir de retaguarda para casos exclusivos de coronavírus. Com 20 leitos, o hospital tem, atualmente, apenas seis pacientes em recuperação.

Com isso, enquanto em muitos lugares ainda se constroem hospitais de campanha, o instalado na Vila dos Cabanos será fechado devido a pequena demanda, no dia 30 de junho, sem nenhum óbito até agora.

Mas tanto o prefeito Paulo Alcântara quanto a secretária de Saúde de Barcarena, Eugênia Teles, disseram que o hospital de campanha poderá ser reaberto, caso ocorra uma segunda onda da covid no município. Para o prefeito, o pior já passou. “Sofremos nos primeiros dias, nas primeiras semanas [da pandemia], porque não tínhamos ainda a experiência”, destacou Paulo.  

A crise só foi amenizada, conforme disse o prefeito, quando a prefeitura começou a abrir as Unidades Básicas de Saúde nos finais de semana, a partir de maio, para atender pacientes com sintomas leves da doença, com testagem rápida e distribuição de remédios, evitando os casos graves. “A partir do momento que esse atendimento começou foi baixando drasticamente a taxa de internação no município”, afirmou Alcântara.

NÚMEROS – A prefeitura de Barcarena divulgou que o município já contabilizou 2.000 casos confirmados de covid-19. Desse total, 1.820 foram recuperados, ou seja, 90% dos infectados. Infelizmente, 95 pessoas já morreram da doença na cidade. Mas até o número de óbitos está caindo no município. Na terça-feira (23), por exemplo, não houve registro de mortes nos hospitais do município. A proporção é de apenas 4,7%.

“Quando a gente começa a ver esse número de leitos ocupados por coronavírus esvaziando, chegando ao ponto de zero como está hoje, e a gente vendo o número de recuperados muito perto do número de confirmados, a proporção de mortalidade cada vez menor, o sentimento é de esperança, de alegria, sentimento de dias melhores”, disse a secretária Eugênia Teles.

FLEXIBILIZAÇÃO – Com a queda no número de casos graves da covid-19, a prefeitura começa a discutir a reabertura gradual de serviços, tendo em vista que julho deve atrair muitos veranistas à cidade. Mas a retomada da economia será feita com critérios para evitar novas contaminações, já que o vírus ainda está ativo no município. Por isso, as regras de uso de máscara e distanciamento social continuam valendo. “Já estamos planejando a estratégia para a temporada de férias em julho, com critério, responsabilidade e uma fiscalização rigorosa”, concluiu o prefeito.

Tags

Barcarena Coronavírus Saúde

Comentários

*Os comentários não representam a opinião do site, a responsabilidade é do autor da mensagem.


  • in this conversation
      Media preview placeholder