EM 24 HORAS

Helder entra com medida cautelar contra empresa que contratou para fornecer vale alimentação

Empresa tem 24 horas para atender ou terá contas bloqueadas e pagará multa de R$100 mil por dia.

O Governador Helder Barbalho comunicou na manhã desta sexta-feira (26), em suas mídias sociais, que o Governo do Estado ajuizou medida cautelar contra a empresa “MeuVale Gestão Administrativa” responsável pelo vale alimentação escolar. O Estado exigiu que a empresa regularize em 24h as pendências de pagamentos e apresente documentos que comprovem a regularidade com os fornecedores. Caso o pedido não seja atendido, a empresa terá suas contas bloqueadas e receberá multa de R$100 mil por dia de descumprimento.

Helder afirma que medidas estão sendo tomadas para garantir o acesso dos ao benefício, criado para ajudar estudantes da rede pública durante a pandemia. No início da manhã do último dia 24 o Governador já havia postado em suas mídias que as empresas teria até meio dia da referida data para resolver o impasse no fornecimento dos alimentos.

Cartão do vale alimentação escolar — Foto: Sandro Vaughan/TV Tapajós

Ele informou que tomou conhecimento de que empresas contratadas para fornecer o vale-alimentação estão se negando a oferecer o serviço e que está havendo um impasse do operador do cartão com os supermercados. Helder amentou o ocorrido e garantiu que as empresas deveriam apresentar  solução ao problema, sob risco do Governo cancelar o contrato e fazer nova contratação, sem prejuízo financeiro para o Estado.

Tags

ação social Coronavírus Educação governo do pará SEDUC

Comentários

*Os comentários não representam a opinião do site, a responsabilidade é do autor da mensagem.


  • in this conversation
      Media preview placeholder