Turismo

Parauapebas na região sudeste paraense é rica em biodiversidade

Composta por seis Unidades de Conservação, Parauapebas possui atrativos para os mais variados gostos

Um dos municípios que mais se desenvolve no estado, Parauapebas abriga florestas, rios, serras e jazidas minerais ricas em minério de ferro, cobre, ouro e manganês é uma boa opção de visita para depois da pandemia de Covid-19.

Além dos recursos naturais, a cidade conta com excelente infraestrutura de acesso e transportes como aeroporto, rodovias e ferrovia. Encravada aos pés da Serra dos Carajás, é colorida por milhares de ipês que contornam avenidas, praças e parques.

Parauapebas, que significa Rio de Águas Rasas, na língua Tupi-Guarani, está localizada na região sudeste paraense e é rica em biodiversidade, abrigando em seu território boa parte da Floresta Nacional de Carajás.

Situada em uma região privilegiada, Parauapebas é cercada pelo mosaico de Unidades de Conservação de Carajás, com cerca de 1,2 milhão de hectares de florestas preservadas, abrigando inúmeras espécies da rica flora e fauna amazônicas.

Composta por seis Unidades de Conservação, possui atrativos para os mais variados gostos. Desde trilhas em meio à exuberante floresta, cachoeiras de águas cristalinas, lagoas, observação de aves, cavernas, algumas com vestígios arqueológicos.

Rota das águas – Composta por lagos, estância e balneário, além de trilhas de degustação. O Garimpo das Pedras é o destaque da rota que possui ainda, a Estância Águas de Maria, um recanto encravado na mata, situada na Vila Sanção, cerca de 80km, do centro da cidade; Espaço da Família com lagos artificiais, quiosques, canoa e cavalos, a cerca de 20km da cidade; Balneário do Joca, distante cerca de 20km do centro de Parauapebas, alia lazer e preservação da natureza; Sitio Cachoeira, localizado na Área de Proteção Ambiental do Igarapé Gelado, possui cachoeira de águas limpas e temperatura agradável. Fica cerca de 50km do centro.

Rota Carajás – Carajás possui cerca de 1,2 milhão de hectares de florestas preservadas, tendo como principais atrativos o Parque Zoobotânico Vale que possui cerca de 270 mil animais entre mamíferos, aves, répteis, além de 70 a 80 espécies diferentes de solos; Trilha Lagoa da Mata que é uma trilha de fácil acesso que dá acesso a uma lagoa sazonal (surge no período chuvoso) formando um espelho d´agua de 2 metros de profundidade com uma vegetação que lembra uma floresta submersa; Savana Metafólica e cavernas onde o visitante pode observar dois tipos de bioma: floresta densa e vegetação rasteira. Nesse local é possível observar a Flor de Carajás, só vista nesse ambiente do planeta. Também é possível visitar duas cavernas ferríferas; Águas Claras possui trilhas de fácil acesso onde se pode observar aves e ouvir o som da floresta; Pedra da Harpia é uma formação rochosa em granito que permite uma vista exuberante da floresta.      

Rota do Búfalo – Nessa rota é possível visitar fazendas onde se pode degustar queijo e leite de búfala, colher abacaxis, conhecer a apicultura e colher mel na hora em roteiros de turismo rural. O roteiro inclui o Sitio Esperança que é uma propriedade particular com plantações de abacaxi, a maior produção da região, além de produção de mel de abelha da espécie sem ferrão; Sitio Açaizal onde a grande atração é a criação de búfalos. Lá existe uma queijaria que produz queijos e derivados do leite da búfala, sendo a Mozzarela de Búfala considerada a melhor do Brasil. Nesse local acontece o Rock In Roça que reúne pessoas de todas as idades, distante cerca de 22km da cidade; Balneário e Restaurante Fogão de Minas com pratos diversificados da comida típica da roça, servido às margens do rio Parauapebas.

Rota Indígena – Nessa rota é possível fazer uma imersão na cultura dos índios Xicrins, além de conhecer costumes os costumes e ter acesso ás pinturas corporais, artesanato, bijuterias, mergulho e passeio de canoa pelo rio Cateté. Esse passeio tem a duração de dois dias devido a distância da cidade, sendo necessário pernoite. Fica cerca de 360km da cidade de Parauapebas.  

Rota City Tour – O atrativo é o Centro Mulheres de Barro que é uma das iniciativas para desenvolver o turismo e valorizar a cultura local de Parauapebas (PA). Trata-se de uma cooperativa que reúne artesãs que fazem
cerâmicas inspiradas em peças arqueológicas da região. São peças contemporâneas com referências a artefatos cerâmicos de 6 mil anos atrás.
Como chegar – Via aérea pelo aeroporto de Parauapebas, dentro da Floresta Nacional de Carajás. Via Ferroviária pela estrada de Ferro Carajás que liga Parauapebas à capital do Maranhão, São Luiz, com diversas paradas. Via Rodoviária pelas BR 155 e PA 275.

Com informações de Rayssa Pajeú

Tags

Parauapebas Turismo

Comentários

*Os comentários não representam a opinião do site, a responsabilidade é do autor da mensagem.


  • in this conversation
      Media preview placeholder