EDUCAÇÃO

Semec intensifica obras nas escolas da rede municipal durante suspensão das aulas

Os bairros do Guamá, Cremação, Marambaia, Tapanã e distrito de Icoaraci, estão na lista dos locais que terão escolas da rede municipal de ensino inauguradas em breve. Com a suspensão das aulas desde o mês de março, por conta da pandemia do novo coronavírus, a Prefeitura de Belém, por meio da Secretaria Municipal de Educação (Semec) acelerou as obras nas unidades.

Mais de R$ 13 milhões foram investidos nestas reformas e construções de novas unidades. A pretensão é de inaugurar dez unidades educacionais após o retorno das aulas. 

Além da oferta de mais vagas, as escolas novas vão proporcionar mais conforto, motivação e qualidade de ensino para os alunos e professores da rede. O avanço das reformas foi possível devido a suspensão das aulas da rede municipal, desde o dia 18 de março, por determinação do Decreto Municipal número 95.955, como medida para conter a propagação da covid-19.

“Com o isolamento dos alunos em suas casas, demos prosseguimento às obras das unidades escolares, agora temos cerca de dez espaços para serem entregues às comunidades. São escolas reformadas, ampliadas e novas. Espaços climatizados, com bibliotecas, salas de informática e atendimento especial, proporcionando mais qualidade no aprendizado de nossos alunos”, explicou Socorro Aquino, secretária Municipal de Educação.

Entre as escolas que estão prestes a serem inauguradas, estão a EMEI Prof. Luiz Carlos Acácio Barbosa, no Guamá; EMEI Venuzina Marinho de Souza, na Cremação; EMEIF Palmira Lins, na Marambaia; EMEF Walter Leite, no Mangueirão; EMEF Prof. Alfredo Chaves e a Liceu Escola de Artes e Ofícios "Mestre Raimundo Cardoso", as duas em Icoaraci; Escola Municipal José Alves Cunha, no Tapanã, entre outras que estão em processo de acabamento da obra.

Avanços - Somente no primeiro semestre de 2020, a Prefeitura já entregou 14 escolas novas para população e, cerca de 40 estão com obras de manutenção em andamento, onde passam pelo processo de climatização, reformas, construções e até ampliações. Até o momento, 52 unidades municipais já foram totalmente climatizadas e outras 18 estão em processo de instalação. “O intuito é proporcionar mais qualidade de ensino aos alunos da rede municipal por meio da educação e uma infraestrutura adequada”, concluiu Socorro Aquino. 
 

Tags

Coronavírus semec

Comentários

*Os comentários não representam a opinião do site, a responsabilidade é do autor da mensagem.


  • in this conversation
      Media preview placeholder