MOBILIDADE

Operação do Sistema BRT Belém segue suspenso até o final de julho

As viagens dos ônibus articulados do BRT em Belém seguem suspensas até o dia 30 de julho, assim como todos os terminais e estações. A medida adotada pela Superintendência Executiva de Mobilidade Urbana de Belém (SeMOB) desde 01 de abril, segue em vigor considerando a necessidade de conter a propagação de infecção e transmissão local da Covid-19, e preservar a saúde dos servidores municipais e dos cidadãos em geral.

De acordo com o superintendente da SeMOB, Gilberto Barbosa, a continuidade da suspenção tem por objetivo evitar a circulação dos veículos climatizados, que não possibilitam a abertura de janelas, bem como a aglomeração de pessoas dentro das estações. “Todas as estratégias tomadas pela gestão municipal visam a não proliferação do novo coronavírus em Belém, e seguem as orientações fornecidas pelas autoridades de saúde, já que terminais de integração e estações são, por natureza, locais de concentração de pessoas que fazem embarque e desembarque, e isso deve ser evitado cada vez mais”, justifica.

Retomada - Historicamente, antes da pandemia o número de passageiros que utilizava o serviço de transporte público por ônibus em Belém era, em média, de 1 milhão de usuários por dia, porém essa demanda veio caindo com as medidas de isolamento social, com o ápice durante o lockdown, quando a demanda caiu cerca de 80%. Para se adaptar a essa redução de passageiros, manter a mínima viabilidade econômica das empresas prestadoras do serviço e desestimular a circulação de pessoas, em especial a áreas como Mosqueiro e Outeiro, a frota de ônibus chegou a reduzir para 40% naquela oportunidade.

A retomada gradual de alguns setores da economia na capital foi iniciada no mês de junho e com isso o sistema de transporte público também começou a passar por ajustes. Essa adequação à nova demanda vem sendo tomada desde o fim do lockdown e continuará de forma progressiva até a normalidade total do sistema.

“É preciso compreender que não há possibilidade de retomada do Sistema BRT Belém ainda, haja vista que ele, pelo seu formato, vai de encontro às determinações sanitárias atuais de evitar aglomerações em ambientes fechados”, pontua Gilberto Barbosa. Com o sistema ainda suspenso, além dos ônibus BRT Belém continuam suspensas as linhas alimentadoras, e os ônibus troncais se mantêm circulando fora da canaleta em linhas convencionais, começando o itinerário desde a origem nos bairros do Paracuri I e Paracuri II, em Icoaraci, e no bairro da Brasília, em Outeiro, até o centro de Belém.
 

Tags

BRTBelem Coronavírus semob

Comentários

*Os comentários não representam a opinião do site, a responsabilidade é do autor da mensagem.


  • in this conversation
      Media preview placeholder