Coronavírus

Prefeitura de Capanema divulga resultado das ações desenvolvidas no combate ao covid-19

As informações compreendem os meses de março a junho de 2020, e visa prestar conta à população dos trabalhos desenvolvidos na prevenção a doença no município. 

A Prefeitura de Capanema por meio da Secretaria Municipal de Planejamento realizou o levantamento das ações desenvolvidas no enfrentamento ao novo coronavírus no município. O relatório apresenta as medidas adotadas pela gestão pública com as secretarias integradas. As informações compreendem os meses de março a junho de 2020, e visa prestar conta à população dos trabalhos desenvolvidos na prevenção a doença em Capanema.

O relatório traz as tomadas de decisões e as ações implementadas, com foco em garantir qualidade de vida à saúde população, visando diminuir os impactos causados pelos vírus, seja no lado físico, emocional e econômico.

Para o Secretário de Planejamento Ivanildo Pessoa, a antecipação dos fatos através das ações desenvolvidas pela prefeitura de Capanema garantiu um resultado positivo combate a doença no município.

“Essas medidas tomadas pela gestão no início, quando ainda não sabíamos que caminho tomar, que medidas teríamos que adotar. A gestão já estava decretando estado de emergência, medidas restritivas, diminuído despesas para assim enfrentarmos a pandemia.” Frisou o Secretário.

Em Capanema foram registrados 868 casos, resultando na morte de 55 pessoas. Visando reduzir os números e garantir a saúde e bem-estar de todos, a prefeitura deu início a uma série de medidas preventivas. Em fevereiro, após o primeiro registro da doença em solo brasileiro, o Departamento de Vigilância em Saúde da Secretaria de Saúde de Capanema iniciaram o monitoramento de casos suspeitos de covid-19 no município.

Mediante ao avanço da doença no país, o governo do Pará assinou o decreto que dispunha sobre as medidas de enfrentamento a pandemia no estado para evitar a proliferação do vírus. A Prefeitura Municipal de Capanema também adotou ações emergências, estabelecendo medidas de contenção de despesas no âmbito da administração Municipal. Em março, Capanema declarou situação de emergência no município, definindo assim as diretrizes para o enfrentamento da pandemia.


Para atender a demanda a prefeitura por meio da secretaria de Saúde reestruturou o atendimento e aumenta o número de leitos na Unidade de Pronto Atendimento (UPA), onde foram instalados mais respiradores mecânicos. As medidas emergências ficam a disposição da comunidade na página da prefeitura dedicada à transparência das ações no combate ao novo coronavírus (COVID-19).

A prefeitura adotou medidas de enfrentamento a covid-19 e instituiu a instalação de barreiras sanitárias nas rodovias de acesso à sede do município. Houve ainda a ampliação de políticas de isolamento social e quarentena no município.

Foi emitido também o decreto 131/2020, que instituiu a adoção do passe provisório, adotando novas medidas de restrição de acesso à cidade e restringe as atividades comerciais não essenciais. Foi criado o abrigo destinado às pessoas em situação de vulnerabilidade de rua, sendo oferecido acompanhamento médico, psicológico, ambulatorial, alimentação e reintegração social e familiar. Um comitê de prevenção e enfrentamento ao novo coronavírus foi criado como medida de resposta articulada e coordenada para fazer frente à pandemia.

Por meio da Secretaria Municipal de Indústria, Comércio, Mineração e Turismo (SEICOMTUR) foi estimulada a fabricação de máscaras caseiras através da Associação de Artesãos, costureiras e fábricas locais da cidade. A prefeitura adquiriu no mercado local dez mil máscaras, para distribuição gratuita as associações civis, polícia militar, servidores públicos e comunidade.

Em abril, o município de Capanema registrou o primeiro caso confirmado da doença, adotando assim o controle epidemiológico e o monitoramento diário de todos os dados referentes à pandemia via boletins informativos e gráficos estatísticos, por meio das secretarias de Saúde e de Planejamento. Preocupado com o avanço da doença no município a gestão municipal solicitou ao governo do estado a transformação e adequação do Hospital Regional dos Caetés para uso exclusivo de pacientes acometidos pela covid-19. Sendo emitida a portaria de Nº 151 que dispõe sobre a antecipação das férias de servidores da rede municipal de ensino. Em 26 de abril o município registrou o primeiro óbito por covid-19.

Hospital Regional Público dos Caetés

 

O Governo do estado determinou no dia 27 de abril a adequação do Hospital Regional dos Caetés para uso exclusivo de pacientes acometidos pela doença. Ocasião que foi prorrogada as medidas adotadas anteriormente de combate a covid-19

Em 01 de maio, inicia o atendimento na Unidade Hospitalar aos pacientes infectados pelo novo coronavírus. Momento que a prefeitura disponibilizou a população, exames de tomografia para o diagnóstico de infecção pulmonar por covid-19. Na garantia a saúde de todos, á administração organizou a Fila Cidadã, via SEICONTUR e SEPLAN, disponibilizando área coberta com assentos individuais, distanciamento demarcado e higienização periódica, para uso dos beneficiários do bônus federal a ser retirado na Caixa Econômica.

A Prefeitura de Capanema disponibilizou a população, via postos de saúde e UPA, os medicamentos azitromicina e hidroxicloroquina. Mediante ao avanço da doença na cidade a prefeitura prorrogou o fechamento do comércio não essencial e informal do município, até 24/05/2020.

A Secretaria Municipal de Saúde (SMS), implementou o comando médico itinerante, para atendimento da população da zona rural. A Secretaria também implantou o Centro de Atendimento para diagnose e tratamento de suspeitos de covid19, com funcionamento no Centro de Saúde do Trabalhador.


Ainda como medida preventiva e garantir a imunização e higienização da população foram entregues, gratuitamente, álcool em gel para os profissionais taxistas e moto-taxistas. Também adaptou o Centro de Especialidades Médicas (CEM), para o recebimento de pacientes com sintomas leves moderados de covid-19. No dia 18 de maio foi decretado o lockdown no município de Capanema. Visando ampliar o atendimento a Prefeitura solicitou ao Governo do Estado e este anuncia a instalação de mais 27 UTI’s e um tomógrafo no Hospital Regional dos Caetés, destinados ao atendimento de pacientes diagnosticados com a doença.

Chico Neto - Prefeito de Capanema

 

O município recebeu ainda apoio de empresas que atuam na região, onde o Grupo Votorantin anunciou a doação de equipamentos de proteção individual (EPI’S) à Secretaria Municipal de Saúde, assim como a doação de um respirador mecânico ao Hospital Regional dos Caetés.

No dia 24 de maio foi suspenso o lockdown e a abertura gradual do comércio não essencial e informal, estabelecendo horários, medidas de proteção e outras providências. Foi disponibilizado a população os testes IgG e PCR para detecção de infecção por covid-19.
No início de junho a Prefeitura de Capanema desmobilizou o efetivo destacado para as barreiras sanitárias, remanejando-o para outras ações de combate a Covid-19, permanecendo apenas os agentes de trânsito. Com medidas de monitoramento da pandemia e seus impactos na saúde e economia.


A Vigilância Sanitária atuou através do comando móvel na fiscalização de estabelecimentos comerciais que, eventualmente, não estivessem cumprindo o decreto municipal que regula o funcionamento/abertura de atividades formais essenciais e não essenciais e o comércio informal.

HIGIENIZAÇAO DE LOCAIS DE USO CONSTANTE PELA POPULAÇÃO


Houve ainda por meio da Secretaria de Agricultura como procedimento diário, a higienização de logradouros, instituições públicas, centros comerciais, avenidas, ruas, estacionamentos, postos de saúde, hospitais, unidades de pronto atendimento, terminais rodoviários, postos das barreiras sanitárias, quartel dos bombeiros, e bairros, escolas e creches. Em 27 de junho via Secretaria Municipal de Agricultura, foi encerrado o serviço profilático de higienização da cidade. No dia 28 de junho via Secretaria de Saúde, foi desmobilizado o atendimento de casos suspeitos de COVID-19, no Centro de Saúde do trabalhador, em função de não haver mais demanda.


BARREIRAS SANITÁRIAS


É importante destacar que as barreiras sanitárias, sob a coordenação da Secretaria Municipal de Planejamento (SEPLAN), instituídas em 24 de março, têm como objetivo principal a triagem de pessoas oriundas de outros municípios e estados da federação, que pudessem estar com sintomas da virose, assim como a identificação de eventuais suspeitos de serem portadores da covid-19 e que fossem moradores do município, para o monitoramento em suas residências.

Equipe barreira sanitária

 

Após a data de 03/05, o efetivo da saúde foi deslocado para outros setores de enfrentamento da pandemia: postos de saúde, CEM, UPA, SAMU, vigilância sanitária e outros, continuando a fiscalização e triagem nas vias de acesso ao município a cargo da Secretaria Municipal de Trânsito, Guarda Municipal e terceirizados até a data de 06 de junho de 2020. O Secretário observou ainda a importância das barreiras sanitárias montadas pela prefeitura em pontos estratégicos na entrada e saída da cidade. “Tivemos um sucesso enorme no que se refere às medidas preventivas no combate do novocoravírus, haja a vista o resultado que tivemos. As barreiras funcionaram diuturnamente, com salto positivo, todos atuaram com um único objetivo, vencer essa pandemia.” Destacou Ivanildo Pessoa.

DISTRIBUIÇÃO DA MERENDA ESCOLAR


Mesmo com a paralisação das atividades escolares, a distribuição da merenda escolar continuou de abril e junho com Distribuição de kits de alimentação das Escolas e Creches Municipais de Capanema. Instituições como escolas municipais e creches receberam o benefício alimentício totalizando no mês de abril 6.987 e em junho 6.843 distribuições.

ASSISTÊNCIA SOCIAL


No lado social houve a distribuição de 10.500 kits de produtos de higienização pela Secretaria Municipal de Ação Social - nas residências urbanas e rurais do município em abril. Os materiais foram adquiridos no comércio local.
O Centro de Referência Especializado de Assistência Social (CREAS) realizou 423 atendimentos via presencial, telefone, whatsap e domiciliar.

Assistência social

 

CADASTRO ÚNICO — PROGRAMA BOLSA FAMÍLIA


Em função da decretação de emergência, houve a paralisação dos atendimentos presenciais relacionados ao Cadastro Único e Bolsa Família. Em 06 de abril os trabalhos puderam ser retomados, permitindo a continuidade dos serviços assistenciais, via atendimento telefônico. A partir de 30/04, foi possível proceder à coleta de dados e atualização cadastral por telefone ou meio eletrônico e via whatsap.

AÇÕES DESENVOLVIDAS NOS ABRIGO A VULNERÁVEIS DE RUA


Tendo em vista a situação dos chamados “vulneráveis de rua”, a Prefeitura, via Secretaria de Ação Social, criaram e disponibilizam serviços de acolhimento a esse público, com funcionamento na Escola Municipal Maria Natividade, oferecendo aos abrigados, alimentação, a possibilidade de reintegração familiar e social, atendimento sócioassistencial e de saúde, além da emissão de documentação pessoal. Pelo menos 43 pessoas foram acolhidas no local. Sendo que 08 foram entregues a família, 04 retornaram a cidade de origem (Onde foram concedidas as passagens de retorno), 16 fugiram do abrigo 15 ainda permanecem na casa de apoio.

PROGRAMA CRIANÇA FELIZ


Foi dada continuidade ao Programa Criança Feliz, devido às dificuldades ocasionadas pela pandemia e das restrições impostas pela mesma. O programa tem como público-alvo crianças de 0 a 06 anos, inseridas no Cadastro Único e no Benefício de Prestação Continuada (BPC), assim como as gestantes inclusas no Cadastro Único e visa fortalecer o desenvolvimento infantil na primeira infância, através de atividades lúdicas, assim como acompanhamento de pré-natal e o desenvolvimento afetivo entre futuras mães e seus filhos. Nesse período foram feitos 400 visitas nas modalidades presencial e remota.

O combate não parou. Através do comitê montado especialmente para esse fim, continuamoa monitorando todos os dados e índices que nortearam as tomadas de decisão.


Ivanildo Pessoa reforçou que o Memorial da Covid-19 foi uma forma encontrada pela gestão em homenagem e respeito às pessoas que direto e indiretamente atuaram nas ações preventivas para vencer o vírus no município. “Uma das razões para construímos o memorial da covida-19 foi justamente em respeito a essas pessoas que se dedicaram para salvar vidas.” Reforçou o Secretário de Planejamento.

 

Ivanildo Pessoa - Secretário de Planejamento

Tags

Capanema Coronavírus Proteção Saúde

Comentários

*Os comentários não representam a opinião do site, a responsabilidade é do autor da mensagem.


  • in this conversation
      Media preview placeholder