Coronavírus

Hemopa Santarém destina bolsas de plasma a pacientes de Covid-19

A equipe médica do Hospital Regional do Baixo Amazonas, que ainda tem pacientes internados com a doença, fez o pedido de duas bolsas.

Esta semana, a Fundação Hemopa enviou seis bolsas de plasma, de pacientes convalescente da Covid-19, de Belém para Santarém. A equipe médica do Hospital Regional do Baixo Amazonas, que ainda tem pacientes internados com a doença, fez o pedido de duas bolsas.

“É um tratamento experimental, mas a gente sabe que significa uma esperança para a recuperação de pacientes com o novo coronavírus. Estamos no combate, junto com as equipes médicas da região, para auxiliar no que for necessário”, disse Joaquim Azevedo, gestor do Hemocentro de Santarém.

Desde o mês de abril, quando o Governo do Estado e a Fundação Hemopa iniciaram os estudos sobre o uso do plasma convalescente de pacientes recuperados do novo coronavírus, já foram coletados o plasma de 40 doadores voluntários aptos no Pará. Sete hospitais receberam o plasma até agora: Santa Casa de Misericórdia, Hospital Barros Barreto, Ophir Loyola, Abelardo Santos, Materno Infantil de Barcarena, Regional do Baixo Amazonas e Hospital do Coração.

“O Hemopa possui o plasma convalescente em estoque, com validade de um ano, e também conseguimos formar um importante cadastro de reserva de doadores. O material está disponível para caso haja demanda pelos médicos da rede hospitalar pública e privada”, ressalta o presidente do Hemopa, Paulo Bezerra.

A técnica experimental é utilizada como estratégia de tratamento para pacientes internados na rede hospitalar do Pará. A pesquisa possui a autorização da Comissão Nacional de Ética em Pesquisa (CONEP). E a solicitação das bolsas de plasma é feita pelas equipes médicas responsáveis pelo paciente internado.
 

Tags

Covid-19 Doação HEMOPA HRBA Santarém

Comentários

*Os comentários não representam a opinião do site, a responsabilidade é do autor da mensagem.


  • in this conversation
      Media preview placeholder