SUPERAÇÃO

Paragominas promete jogo duro contra o Paysandu na volta do Parazão

Retomada do Campeonato Paraense está marcada para 1º de agosto

No que depender da preparação do Paragominas para a primeira rodada do Parazão 2020 após um longo período de recesso - quase cinco meses -, o Paysandu não terá vida fácil quando a bola rolar a partir das 19h de 1º de agosto, no Estádio Olímpico do Pará. A partida válida pela nona rodada da fase de classificação do estadual marca o início do "novo normal" no futebol paraense e promete ser um teste físico e mental para quem estiver em campo - ou mesmo fora das quatro linhas.

Robson Melo, comandante do Jacaré do Norte, atual quarto colocado na classificação do Parazão e terceiro colocado no grupo A, acredita que, mesmo com a disparidade na preparação das equipes durante o período em que o mundo esportivo parou por causa da pandemia de covid-19, o time do interior do estado não vai esmorecer diante do líder da competição. "O Jacaré vem forte. Mesmo retomando os treinos depois de outras equipes e com todos os problemas que equipes emergentes costumam apresentar vamos estar extremamente competitivos nessa retomada. Podem ter certeza disso", prometeu o técnico da equipe vice-campeã estadual em 2013.

A viagem da delegação do Paragominas rumo à capital paraense está marcada para esta sexta-feira, 31, no início da manhã. Ainda na sexta, durante a tarde, os comandados de Robson Melo devem participar de um treino físico em local ainda a definir. Entre os atletas disponíveis para a sequência do Parazão estão reforços contratados durante o período de recesso como o zagueiro Rodrigo Barreto, o volante Romário, o lateral-esquerdo Carneirinho, além do atacante Aleílson, 35, com passagem pelo poderoso Flamengo-RJ em 2009 - o jogador vai vestir as cores do Jacaré pela quinta vez na carreira.

O último compromisso oficial do Jacaré do Norte foi na derrota por 1 a 0 para o Águia, em Marabá, no dia 14 de março. De lá pra cá a equipe do nordeste do Pará viveu inúmeras incertezas como a manutenção dos atletas que iniciaram a temporada 2020 (dez atletas foram contratados para se juntar a outros dez remanescentes) e a possível perda de pontos após a escalação irregular do massagista do clube, Ronaldo de Lima, durante o duelo contra o Independente pela quarta rodada da competição. Ronaldo teria que ter cumprido suspensão automática contra o Galo Elétrico após ter sido expulso de campo no confronto anterior - no julgamento do caso no Tribunal de Justiça Desportiva, em 24 de junho, o Jacaré foi apenas advertido.

Tags

futebol Paragominas Parazão Paysandu

Comentários

*Os comentários não representam a opinião do site, a responsabilidade é do autor da mensagem.


  • in this conversation
      Media preview placeholder