Covid–19

Pacientes curados da Covid–19 são mais sensíveis à fumaça e fuligem produzidas pelas queimadas

Não são apenas as crianças suscetíveis aos males causados pela fumaça das queimadas. Pessoas de todas as idades, principalmente as que têm comorbidades, podem ter o quadro agravado; porém, para os que já testaram positivo para a Covid–19, a situação pode ser agravada. 

“O Coronavírus somando-se à fuligem é pior. Pois, já temos população propensa a ter essa irritação pela inalação. Em Parauapebas, o número
de pessoas já contaminadas com a Covid-19 é alto, o vírus pode deixar sequelas que levam dias ou meses para ter a recuperação total. Então a fumaça faz com que essa inflamação pulmonar venha à tona deixando a pessoa, novamente, com franca dispneia, tendo que procurar o pronto atendimento para fazer alguma medida para retornar à normalidade”, explica Dr. Izac Miranda, Clínico Geral do Sistema Hapvida.

O médico afirma ainda que os idosos, fumantes e ex-fumantes também fazem parte do público para o qual requer mais cuidados neste período em que as queimadas são comuns, pois, são mais propensos a sentir a insalubridade da fumaça e da fuligem. “Toda a pessoa, com o envelhecimento, tem debilitação de todos os órgãos; e na questão pulmonar não é diferente”, admite Izac Miranda, detalhando que nesta fase é comum que desenvolvam gripes, resfriados e até pneumonia com mais frequência, que podem ser mais agradas com a presença da fumaça e fuligem.

Em pessoas de todas as idades, os efeitos da fumaça e fuligem produzidos por estas queimadas podem causar problemas de saúde como intoxicação, acidente vascular cerebral (AVC), desordens cardiovasculares, enfisema pulmonar, asma, conjuntivite, bronquite, irritação dos olhos e garganta, tosse, falta de ar, nariz entupido, vermelhidão e alergia na pele, além de contribuir para o efeito estufa e aumentar, ainda mais, os efeitos negativos provocados pela baixa umidade do ar nos períodos de seca. Se houver fuligem, soma-se ao seu potencial tóxico, o gasto de água (geralmente potável) para a limpeza. 

Sobre o Sistema Hapvida - Com cerca de 6,4 milhões de clientes, o Sistema Hapvida hoje se posiciona como o maior sistema de saúde suplementar do Brasil presente em todas as regiões do país, gerando emprego e renda para a sociedade. Fazem parte do Sistema as operadoras do Grupo São Francisco, América, Promed e Ame, RN Saúde, além da operadora Hapvida. Atua com mais de 30 mil colaboradores diretos envolvidos na operação, mais de 15 mil médicos e mais de 15 mil dentistas. Os números superlativos mostram o sucesso de uma estratégia baseada na gestão direta da operação e nos constantes investimentos: atualmente são 39 hospitais, 194 clínicas médicas, 42 prontos atendimentos, 177 centros de diagnóstico por imagem e coleta laboratorial.

Tags

Coronavírus Hapvida Saúde

Comentários

*Os comentários não representam a opinião do site, a responsabilidade é do autor da mensagem.


  • in this conversation
      Media preview placeholder

      15 Minutes Ago

      Marcelo Paes Costa Junior

      Olá, sou Marcelo Paes Costa Junior e sou do Rio, no Brasil. Deixe-me dar este testemunho ao público sobre um grande fitoterapeuta que me ajudou com minha própria doença. Eu tinha HIV / AIDS há mais de 5 anos e estava quase no fim da minha vida devido ao aspecto da minha pele. Tudo o que tenho em mente é desistir, porque a vida não é mais interessante para mim. Uma noite, minha irmã correu para mim que encontrou um médico na internet que pode curar HIV / AIDS, eu nem me interessei porque nunca acreditei. Ela me ajudou em tudo o que o médico pediu, preencheu a ficha de tratamento para mim e até usou seu próprio dinheiro para conseguir o remédio para mim. Durante uma semana de uso do medicamento comecei a ficar mais forte, meu sangue começou a fluir normalmente 4 a 5 dias depois, comecei a ganhar peso, antes da 3ª semana meu corpo começou a se desenvolver, minha pele começou a surgir. Depois de um mês, fiz o teste de HIV e o teste deu negativo. Estou tão feliz que posso dizer que não sou um paciente com HIV / AID novamente. se você tem HIV / AID ou hepatite, ou Herpes ou HPV ou doenças das artérias coronárias ou qualquer doença, por favor, contate o Dr.O.Water. Seu e-mail é: DRWATERHIVCURECENTRE@GMAIL.COM e seu número no Whatsapp é: +2349050205019. Desejo-lhe boa sorte nisso, Deus abençoe a todos. tenho um grupo de saúde no twitter, siga-me @ Marcelocostapa2 e junte-se ao meu grupo de saúde para que possamos compartilhar informações, conscientizar e ajudar outras pessoas. Você também pode me enviar um e-mail para marcelocostajunior1967@gmail.com


      • in this conversation
          Media preview placeholder