Humanização

Em trabalho de parto, mulheres dançam e se exercitam com auxílio de programa pré-natal em Belém

No hospital Riomar, as mamães prestes a dar à luz se preparam de um jeito muito especial, com o auxílio do projeto Nascer Bem. Elas dançam, fazem exercícios, participam de atividades lúdicas e relaxantes: tudo para garantir uma evolução natural e mais confortável possível do trabalho de parto.

O projeto Nascer Bem é um programa de assistência pré-natal que busca proporcionar às gestantes maior humanização e autonomia ao longo de toda a gestação, cujo suporte continua até 30 dias após o parto. "A vantagem que têm as gestantes que fazem parte do programa é o acompanhamento, o acolhimento e o partejamento que as enfermeiras obstetras realizam junto à mãe que optou pelo parto normal. O trabalho inclui também a transmissão de informações que vão dar maior segurança e empoderamento a essa paciente, principalmente no trabalho de parto, no hospital. Além disso, é a forma mais ágil e humanizada de favorecer a gestante, facilitando o processo de dilatação e contrações", explica a coordenadora de enfermagem do Nascer Bem, Mariana Sales.

Segundo a coordenadora, ao chegar ao hospital Riomar, a parturiente passa primeiro pelo processo de Acolhimento, junto a uma equipe de enfermeiras obstetras, permanecendo em análise da evolução do parto. Quando atinge maior dilatação, a paciente é encaminhada para a sala de parto. "É onde ela passa a receber todos os estímulos necessários para o desenvolvimento do parto, por meio de exercícios na banqueta, com a bola, atividades de dança, pintura da barriga, etc. Também oferecemos a sala de estímulos, com aromatizador, cromoterapia, massagens e banho quente", conta a coordenadora.

Os exercícios físicos e atividades de dança são fundamentais no processo de preparo para o parto normal. Segundo Mariana, as práticas colaboram para a evolução natural que o organismo está se preparando para desenvolver. Isso garante um condicionamento melhor durante o processo de dar à luz.

Atualmente, em Belém, o programa Nascer Bem soma cerca de 1294 pacientes inscritas, que contam com o serviço completo de acompanhamento com uma equipe multiprofissional, formada por nutricionista, fisioterapeuta, psicólogo e toda a rede de plantonistas que atende urgência e emergência. "Além desses, também existe uma equipe de apoio com cardiologista, endocrinologista, infectologistas, psiquiatras que podem ser indicados em casos específicos pelo médico que acompanha o pré-natal", informa Mariana.

Tags

Saúde

Comentários

*Os comentários não representam a opinião do site, a responsabilidade é do autor da mensagem.


  • in this conversation
      Media preview placeholder