SAÚDE

Hospital de Clínicas zera infecções na UTI Adulto

Ainda no mês de julho o Hospital zerou as três principais infecções: Pneumonia Associada à Ventilação (PAVM), Infecção do Trato Urinário (ITU) e Infecção Primária de Corrente Sanguínea Associada à Cateter Venoso Central (IPCS)

A Fundação Hospital de Clínicas Gaspar Vianna comemora a marca de zero infecções registradas na Unidade de Terapia Intensiva Adulto, durante o mês de julho. A conquista é resultado de um intenso trabalho de orientação sobre cuidados com a higiene e a manipulação dispositivos invasivos em pacientes internados na unidade que é referência em Cardiologia, Nefrologia e Psiquiatria.

Integrante do programa “Melhorando a Segurança do Paciente em Larga Escala no Brasil”, do Ministério da Saúde, desde 2018, a Fundação assumiu juntamente com mais de 100 hospitais, o compromisso de reduzir em 50%, até dezembro deste ano, a média de infecções relacionadas à saúde em pacientes que estejam utilizando dispositivos invasivos.

Com diversos indicadores monitorados mensalmente, o Hospital zerou no mês de julho, as três principais infecções: Pneumonia Associada à Ventilação (PAVM), Infecção do Trato Urinário (ITU) e Infecção Primária de Corrente Sanguínea Associada à Cateter Venoso Central (IPCS).

Iniciado em 2018, o projeto “Melhorando a Segurança do Paciente em Larga Escala no Brasil” segue até 2020 e é executado por cinco centros de referência (Hospital Alemão Oswaldo Cruz - SP, Hospital do Coração - SP, Hospital Israelita Albert Einstein - SP, Hospital Moinhos de Vento - RS e Hospital Sírio-Libanês - SP) que são responsáveis pelo desenvolvimento de equipes locais em hospitais públicos e filantrópicos que atendem ao SUS, a partir da oferta de suporte técnico para melhoria dos processo de gestão. 

Gizelle Azevedo, enfermeira na Comissão de Controle de Infecção Hospitalar, destaca a importância do resultado. “Apesar de termos uma meta para reduzir em 50%, nosso objetivo sempre é zerar esses indicadores. Em uma UTI, isso nem sempre é fácil de alcançar. Por isso, frequentemente temos ações de melhoria, auditorias internas para fortalecer boas práticas de higiene junto a equipe e aos usuários”, explica a profissional.

Em um reconhecimento à equipe da UTI Adulto, Alessandra Leal, diretora Técnica do Hospital de Clínicas, lembrou que o resultado é inspirador e fortalece a assistência aos usuários. “Quando a gestão é feita com a participação de todos, alcançamos resultados como esse que é fruto do fortalecimento atitudes simples como a comunicação entre nossos profissionais, uma vigilância para um cuidado seguro, além do uso correto de equipamentos”, destacou a diretora.

Tags

hospital de clínicas HOSPITAL GASPAR VIANA Saúde

Comentários

*Os comentários não representam a opinião do site, a responsabilidade é do autor da mensagem.


  • in this conversation
      Media preview placeholder