Setembro Dourado

Setembro Dourado conscientiza sobre o câncer infantojuvenil

Ações de conscientização de combate ao câncer infantojuvenil acontece durante todo mês em território nacional.

A Confederação Nacional das Instituições de Apoio e Assistência à Criança e ao Adolescente com Câncer – CONIACC realiza a campanha Setembro Dourado durante todo este mês, período conhecido e dedicado às ações de alerta sobre os sinais e sintomas do câncer infantojuvenil.
 
No intuito de alertar a população e combater o câncer infantojuvenil no Brasil, a CONIACC congrega 47 filiadas espalhadas por todo o país. Além de alertar para os sintomas da doença, as ações do Setembro Dourado tencionam diminuir a taxa de mortalidade, ressaltando a relevância do diagnóstico precoce e o tratamento prévio como fatores essenciais para a cura.

De acordo com o Instituto Nacional de Câncer (INCA), no Brasil, o câncer já representa a primeira causa de morte (8% do total) por doença entre crianças e adolescentes de 1 a 19 anos. Com o diagnóstico precoce, em torno de 80% desses pacientes poderão ser tratados adequadamente com a doença ainda no início. Apesar dos dados, segundo a Sociedade Brasileira de Oncologia Pediátrica – SOBOPE, a taxa de cura ainda é insuficiente mediante a descoberta tardia.

Alerta aos sinais e sintomas-  Palidez progressiva; sangramentos ou manchas roxas sem relação com traumas; febre prolongada sem causa definida; vômitos e dores de cabeça persistentes, principalmente pela manhã; alteração da marcha ou da visão ou diminuição da força em pernas ou braços; caroços em qualquer lugar do corpo; ínguas; dores no corpo que não passam e atrapalham as atividades das crianças e brilho branco nos olhos quando a criança sai em fotografia com flash.

Os sinais e sintomas estão na cara. Fique atento.

“Nosso maior objetivo é envolver todas as instituições filiadas da CONIACC, que buscam amplificar a cultura da prevenção do câncer infantojuvenil. Quanto mais cedo o câncer for diagnosticado, maior é a chance de cura. Nossa principal bandeira é divulgar os sinais de sintomas e transformar isso numa cultura, na qual a sociedade saiba que pode curar seus filhos da forma mais rápida possível através do diagnóstico precoce e, principalmente, que o câncer infantojuvenil é um problema de todos”, declara Rilder Campos, presidente da CONIACC.

Casa Ronald McDonald Belém
 

No Pará, a filiada que está divulgando a campanha é a Casa Ronald McDonald Belém, instituição sem fins lucrativos, que acolhe crianças e adolescentes com câncer oriundos dos interiores do Pará e de estados vizinhos para tratamento no Hospital Oncológico Infantil Octávio Lobo, na capital paraense. Antes, muitos destes pacientes não aderiam ao tratamento oferecido apenas na capital paraense pelos custos de estadias. E por isso, a Casa Ronald McDonald Belém oferece gratuitamente hospedagem, alimentação, transporte e suporte psicossocial.

"O setembro Dourado é um mês muito importante para nossa instituição, Casa Ronald McDonald Belém, que acolhe crianças e adolescentes com câncer. Lidamos com essas crianças e acompanhamos o tratamento de cada uma. Sabemos da importância do diagnóstico precoce e de como é fundamental que os pais estejam atentos aos sinais e sintomas de suas crianças. E é no mês de setembro que várias instituições de todo país se unem para fazer esse alerta”, relatou Raimundo de Vasconcelos, presidente da instituição.

Sobre a Casa- A casa possui 35 suítes, hospedando 35 famílias, no total de 3.973 acolhimentos desde sua inauguração, em 2012. São nove salas de convivência, brinquedoteca, auditório, refeitório, sala para oficinas de diversas atividades, além de áreas de cunho administrativo.

Setembro Dourado na Pandemia- Antes da pandemia, a maioria dos eventos de divulgação da Casa Ronald Mc Donald Belém eram presenciais, como a exposição de fotografia do ano passado, em uns dos shoppings de Belém. Hoje, a campanha está sendo online, através das redes sociais da Casa Ronald McDonald Belém.

Serviços

Casa Ronald McDonald Belém
Redes Sociais: @casaronaldmcdonaldbelem
Contato para doações: (91) 3281-5130  

Comentários

*Os comentários não representam a opinião do site, a responsabilidade é do autor da mensagem.


  • in this conversation
      Media preview placeholder